X

Notícias

Adolescente é raptada, drogada, estuprada e empalada com uma estaca de madeira

Internacional, Notícias, Policial
-
19/10/2016 15:21

O crime aconteceu na Argentina; adolescente saia da escola e foi raptada e assassinada

Legenda da foto

Uma garota de 16 anos, a estudante Lucia Perez, foi vítima de um Crime cruel e bárbaro, que chocou os argentinos e o mundo. A notícia tomou uma grande repercussão na internet. Lúcia Perez teria sido raptada, drogada, violada de diversas maneiras e assassinada, empalada com uma estaca de madeira.

Reprodução FacebookA estudante foi raptada por uma gang de traficantes, após sair da escola onde estudava em Mar Del Plata, na Argentina. Depois disso, a adolescente foi obrigada a ingerir uma quantidade muito grande de cocaína e maconha.

Em um ritual perverso, os criminosos violentaram sexualmente a jovem, que foi agredida de forma brutal e violenta. Depois de toda violência utilizada pelos marginais, como se não bastasse, ainda empalaram a vítima com uma estaca de madeira, levando-a morte.

Após o crime, os integrantes da quadrilha lavaram o corpo de Lucia Perez na tentativa de esconder a forma monstruosa como ela teria morrido. Em seguida, transportaram o corpo da vítima e jogaram na frente de uma clínica de reabilitação.

Inicialmente, ao ser encaminhada ao hospital, os médicos suspeitaram que a causa da morte fosse uma overdose, mas uma análise mais aprofundada revelou a verdadeira causa da morte: os ferimentos causados em seus órgãos internos, que estavam todos perfurados.

A procuradora responsável pelo caso, Maria Isabel Sanches, afirmou que a jovem teria sido submetida a violência sexual brutal e desumana, vindo a óbito ao ser empalada com uma estaca de madeira. Sanches afirmou que dois suspeitos de estarem envolvidos no crime já foram detidos, existe um terceiro que está foragido. Os suspeitos que foram presos foram Matias Gabriel Farias, de 23 anos, e Juan Pablo Offidani, 41 anos; o terceiro homem foragido ainda não teve sua identidade revelada.

A procuradora disse que foram encontrados, no local em que o corpo da jovem havia sido transportado, vários preservativos usados juntos com brinquedos eróticos. Foram encontradas também armas e munições, além de muita droga.

O crime gerou revolta e comoção em todo país; familiares e amigos estão inconformados, e clamam por justiça. O pai da vítima Guillermo Perez, revoltado com o crime bárbaro sofrido por sua filha adolescente, pede que os culpados sejam condenados à prisão perpétua. Afirma que não deseja que os criminosos fiquem presos apenas 10 ou 15 anos, para depois serem postos em liberdade e eventualmente repetirem o crime novamente com outra pessoa. “A minha filha foi drogada, violentada e empalada. Que animal é capaz de fazer uma coisa destas?”, argumentou o pai da vítima.

M. Online/ Fronteira Online

Reprodução