X

Notícias

Ariel marca no fim, e Inter empata com a Ponte Preta

Esportes, Nacional
-
25/07/2016 15:43
Legenda da foto

Empate em 2 a 2 pôs fim à marca de cinco derrotas consecutivas

Fim do jejum. Após cinco derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro, o Inter voltou a pontuar na competição. Na manhã deste domingo, 24, o Colorado arrancou um ponto da Ponte Preta ao empatar com a equipe de Campinas em 2 a 2.

Valdívia, que voltou a ser titular após mais de oito meses, abriu o placar no Estádio Moisés Lucarelli. Roger, já no fim do primeiro tempo, empatou a partida, e Wendel, logo no começo da etapa complementar, virou para a Macaca. O gol que recolocou a igualdade no placar veio da cabeça do centroavante Ariel.

Com o empate, o clube gaúcho soma 21 pontos e ocupa, no momento, a décima colocação. A Ponte chega a 24 e está no oitavo lugar.

No próximo fim de semana, as equipes voltam a entrar em campo pela competição nacional. No domingo, 31, os gaúchos recebem o Corinthians no Estádio Beira-Rio. No mesmo dia, a equipe de Campinas encara o Fluminense no Edson Passos.

Primeiro tempo

Os minutos iniciais da partida foram marcados por passes errados de ambas equipes. A primeira oportunidade ocorreu apenas aos 14. Vitinho disparou da intermediária, a bola desviou em Grolli e chegou mansamente ao goleiro da Ponte. Seis minutos depois, os donos da casa levaram perigo ao Inter. Reinaldo cobrou escanteio, Lomba saiu de forma estranha do gol e por pouco Fábio Ferreira não balançou as redes.

O placar foi aberto aos 25 minutos. Valdívia aproveitou passe de Vitinho, invadiu a área e tocou na saída do goleiro adversário.

Aos 34, Maycon experimentou de longe. A bola carimbou o travessão e quicou dentro do gol. O árbitro entendeu que o quique foi sobre a linha e mandou o jogo seguir. Cinco minutos depois, a Macaca voltou a rondar a área colorada. Nino Paraíba cruzou, e Rhayner cabeceou para fora.

Roger, aos 42, recolocou a igualdade no placar. O atacante recebeu entre os defensores do Inter, deslocou Lomba e correu para o abraço.

Segundo tempo

Logo no primeiro minuto da etapa complementar, os donos da casa viraram o placar. Após chutão para o interior da área colorada, Wendel aproveitou falha de Geferson e marcou, de carrinho, o segundo gol da Ponte Preta.

Aos cinco, mais um lance polêmico envolvendo a arbitragem da partida. Paulão calçou Rhayner dentro da área, e o juiz mandou o jogo seguir. Sete minutos depois, Fernando Bob desferiu uma cotovelada no rosto de Wendell, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Aos 20 minutos, Roger completou cruzamento de letra, e Lomba impediu o que seria o terceiro gol pontepretano. O goleiro voltou a se destacar aos 31, em nova conclusão do atacante.

Ariel, aos 37 minutos do segundo tempo, aparou de cabeça cruzamento de Vitinho e marcou o segundo gol colorado.

Já no fim da partida, a Ponte empilhou chances. Primeiro, aos 41, em cobrança de escanteio fechada e que quase virou gol olímpico. Depois, aos 49, em falta cobrada por Reinaldo. E por fim, já aos 50, com Roger exigindo nova defesa de Lomba.

R. Gaúcha/ Fronteira Online