X

Notícias

Boca x River: jornal diz que final da Libertadores pode ser jogada em dois sábados por reunião do G20

Esportes, Internacional
-
01/11/2018 16:53

Segundo o "Olé", após definição de clássico, Conmebol pode mudar datas da decisão para 10 e 24 de novembro, antes de encontro diplomático em Buenos Aires. Liga argentina precisa dar "ok"

Jogadores do Boca Juniors celebram com torcida após empate com o Palmeiras: clube enfrentará o River na decisão da Libertadores — Foto: Efe
Legenda da foto

A definição de Boca Juniors e River Plate como finalistas da Taça Libertadores pode modificar uma tradição da competição, que costuma ter partidas em dias de semana. De acordo com o jornal “Olé”, a Conmebol tem entre seus planos que a final entre os rivais seja disputada em dois sábados por conta da reunião da cúpula do G20, que será realizada em Buenos Aires a partir do dia 26.

A publicação aponta que a confederação sul-americana vem pensando nos últimos dias nesta possibilidade e já teria solicitado à AFA que interceda junto à Superliga Argentina – que tem partidas agendadas para os fins de semana de novembro. Com isso, a competição precisa dar seu “ok” para a modificação do calendário.

A princípio, o jogo de ida da decisão da Libertadores seria realizado no dia 7 de novembro, e a volta, três semanas depois, no dia 28. Entretanto, a realização da reunião do G20 em Buenos Aires – onde serão realizados os dois jogos – obrigaria a uma mudança na partida de volta, que seria remarcada, a princípio, para o dia 21, por motivos de segurança.

Mas diante do cenário de modificação do calendário, a Conmebol estaria empolgada em realizar as partidas em dois sábados, provavelmente mais cedo do que o horário de costume das quartas-feiras. As televisões envolvidas já teriam se colocado a favor da modificação. A intenção é que os jogos sejam realizados nos dias 10 e 24 de novembro.

Boca Juniors e River Plate protagonizarão uma das finais mais esperadas da história da Taça Libertadores, depois de eliminarem Palmeiras e Grêmio, respectivamente, nas semifinais. Esta será a terceira final entre times do mesmo país na competição – antes, o São Paulo havia decidido contra o Atlético-PR em 2005, e contra o Internacional, em 2006.

GloboEsporte