X

Notícias

Bolsonaro defende em rede social ‘redução de carga tributária’ e ‘desburocratização’

Notícias, Política
-
19/09/2018 14:47

Candidato do PSL continua internado no Hospital Albert Einstein após ser vítima de uma facada em Minas Gerais

Foto: Reprodução Twitter
Legenda da foto

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, defendeu nesta quarta-feira (19) a redução da carga tributária do país.

Em postagem no Twitter, o presidenciável afirmou que sua equipe econômica trabalha por “desburocratização e desregulamentações”.

Nossa equipe econômica trabalha para redução de carga tributária, desburocratização e desregulamentações. Chega de impostos é o nosso lema! Somos e faremos diferente. Esse é o Brasil que queremos!

No início da tarde, o candidato postou uma foto em que aparece caminhando ao lado de um dos filhos, Carlos. Na mensagem, agradece o apoio que vem recebendo.

Último boletim médico

Bolsonaro está internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, desde 7 de setembro, um dia após sofrer uma facada no abdômen durante ato de campanha e passar por cirurgia em Juiz de Fora (MG). Na semana passada, ele precisou passar por nova cirurgia para desobstruir o intestino.

No último boletim médico, divulgado na tarde de terça (18), o hospital afirma que o candidato apresenta “evolução clínica satisfatória e boa resposta ao tratamento realizado até o momento”. Ele permanece internado na Unidade de Terapia Semi-Intensiva.

Ainda de acordo com o centro médico da Zona Sul de São Paulo, Bolsonaro está sem febre, com alimentação parental (endovenosa) exclusiva e com função intestinal em recuperação. Ele permanece internado na Unidade de Terapia Semi-Intensiva.

Ainda de acordo com o centro médico da Zona Sul da capital, Bolsonaro está sem febre, com alimentação parental (endovenosa) exclusiva e com função intestinal em recuperação.

No domingo (16), circulou nas redes sociais um vídeo em que Bolsonaro aparece caminhando pelo hospital com auxílio de fisioterapeuta. No mesmo dia, ele falou pela primeira vez ao vivo por meio do Facebook.

G1