X

Notícias

Com dor, Damião explica saída de treino e diz ter condição de jogo contra o Ceará

Esportes, Nacional
-
27/10/2017 08:56

Atacante admite que desgaste muscular atrapalha, mas afirma que saiu mais cedo de treinamento desta quinta-feira por precaução; centroavante deve ser titular no sábado

Damião afirma que deve jogar contra o Ceará (Foto: Eduardo Deconto)
Legenda da foto

Após três dias relegados apenas a tratamento em dois turnos devido ao desgaste muscular, Leandro Damião foi uma atração efêmera no treino do Inter desta quinta-feira, no CT do Parque Gigante. O centroavante apareceu no gramado pela primeira vez na semana e participou normalmente de boa parte da atividade, até rumar mais cedo aos vestiários. E o próprio jogador trata de minimizar as dúvidas.

Na entrevista coletiva após o treinamento, o atacante admitiu que ainda sente dores no músculo posterior da coxa esquerda e que a perna fica “pesada” até para caminhar. Ainda assim, praticamente garantiu sua presença na partida contra o Ceará, no próximo sábado, às 17h30, no Beira-Rio, pela 32ª rodada da Série B.

Em sua fala, o jogador garante que só deixou o treinamento mais cedo por conhecer seus limites e evitar “forçar” o local. Damião chegou a dizer que, caso a partida fosse “amanhã”, estaria em campo. O centroavante voltou a sentir dor muscular no posterior da coxa esquerda após a vitória por 3 a 2 sobre o Criciúma, no último sábado. O local já o fez ser baixa contra o Boa Esporte.

– Senti dor depois do jogo. Ficou bem pesado para caminhar. Me atrapalha bastante. Estou vindo tratar de manhã e de tarde. (Sair mais cedo do treino) é por opção, para poder segurar, não ir ao limite. Vou fazer mais um treino. Se Deus quiser, vou estar no jogo, sim. Trabalhei, fiz aquecimento e finalização bem. Está um pouco limitado, mas daria sim (para atuar, caso a partida fosse nesta sexta-feira). Estou me tratando, me cuidando. Tendo um pouquinho de calma, dá sim – afirma o centroavante.

Sem Leandro Damião ao longo da semana, Guto Ferreira testou Roberson como opção para a referência do ataque, por se tratar de uma alternativa com capacidade de retenção de bola, com característica mais próxima à do titular. A experiência com o meia-atacante, aliás, denota a importância do centroavante à equipe, pelos gols e pela combatividade no setor ofensivo.

Em entrevista recente, D’Alessandro chegou a dizer que a chegada do companheiro foi a mudança mais importante para a temporada. Damião, por sua vez, divide os méritos com o grupo e ainda cobra foco total na “decisão” contra o Ceará.

– A equipe é muito importante. Eu estou no meio para ajudar. Atacante tem que fazer a função dele, que é ajudar muito. Nós jogadores na frente marcando facilita lá atrás. Sempre tento ajudar. A gente tem que continuar fazendo nossa parte. Temos grandes chances de conseguir seis pontos. É mais uma decisão. (O Ceará) está entre as equipes com melhores pontos fora de casa. Terceira ou segunda equipe. Temos que respeitar e fazer nosso papel – ressalta o jogador.

O Inter faz um último treino nesta sexta-feira, no CT do Parque Gigante. No sábado, o Colorado recebe o Ceará, às 17h30, no Beira-Rio, pela 32ª rodada da Série B. A equipe é líder da competição, com 61 pontos.

GE