X

Notícias

Com gol no final, Botafogo bate o Santa Cruz e chega à quinta vitória consecutiva

Esportes, Nacional
-
20/10/2016 08:50

No Arruda, atacante Rodrigo Pimpão garantiu o triunfo alvinegro aos 43 minutos da segunda etapa

Legenda da foto

Quem disse que assistir a filme repetido é ruim? Virou rotina no Botafogo os gols no final das partidas garantirem a vitória. Foi a quarta vez seguida. Na noite desta quarta-feira, foi contra o Santa Cruz. Aos 43 minutos do segundo tempo, Rodrigo Pimpão fez 1 a 0 e deu ao Glorioso a quinta vitória seguida. Já são 53 pontos no Brasileiro. O time pernambucano segue em calvário.

A primeira etapa foi pobre. O time da casa começou melhor, com mais posse de bola, mas errava bastante. Então o Glorioso foi crescendo na partida. Aos 22 minutos, Neilton chutou, obrigando Tiago Cardoso a fazer boa defesa. Cinco minutos depois, Rodrigo Pimpão tentou a sorte, mas a finalização, rasteira, ficou fácil para o goleiro.

Faltava competência a ambos os setores criativos. Do lado pernambucano, Keno era quem alternava dribles e erros contra o lado direito da defesa alvinegra. Aos 47, Pimpão tentou e, de novo, o goleiro pegou.

O segundo tempo foi bem melhor desde o início. Aos dois minutos, após escanteio, Dudu Cearense gerou perigo a Tiago Cardoso. O relógio marca oito voltas quando Emerson, também de cabeça, mandou bem perto da trave, mas para fora. Até que o Santa voltou ao jogo.

Uillian Correia chutou rasteiro, aos 10 minutos; Aos 11, Keno e Bruno Morais tiveram boas chances; aos 17, João Paulo cobrou falta frontal para o goleiro Sidão defender.

Aos 19 minutos, o Santa Cruz errou na saída de bola e a bola sobrou para Rodrigo Pimpão. O chute foi para fora. Cinco minutos depois, foi Neilton quem fez a bola passar muito perto da trave da equipe da casa. E a grande chance: Neilton lançou Sassá, aos 30, mas o atacante tentou encobrir, de esquerda, o goleiro. A bola foi por cima do alvo. Seria o fim?

O jogo estava aberto, a trocação estava franca e o filme que a torcida alvinegra tem visto nas últimas rodadas se repetiu. Desta vez, coube a Rodrigo Pimpão o gol, de cabeça, no fim do jogo, aos 43 minutos.

Ainda houve tempo, aos 45, de João Paulo cobrar falta na trave esquerda do goleiro alvinegro.

DC/ Fronteira Online