X

Notícias

Com reservas, Grêmio perde para o Palmeiras na Arena e deixa a vice-liderança

Esportes, Nacional
-
23/10/2017 10:07

Focado na Libertadores, time Renato começa bem, mas tem apagão no segundo tempo e deixa a vice-liderança do Brasileirão

Globoesporte
Legenda da foto

Pode uma equipe mudar tanto de um tempo para o outro? O Grêmio mostrou que sim. No último teste antes do jogo com o Barcelona-EQU, o time de Renato acabou derrotado por 3 a 1 para o Palmeiras na tarde deste domingo na Arena, em jogo pela 30ª rodada do Brasileirão. Foi o último teste antes das semifinais da Libertadores.

Os gols saíram todos na etapa final. Logo aos dois, Dudu recebeu de Moisés e chutou. A bola desviou em Marcelo Oliveira e entrou no canto de Paulo Victor. Sete minutos depois, Moisés ampliou, ao aproveitar rebote de Paulo Víctor em chute de Borja. Dudu voltou a marcar, ao completar cruzamento de Mayke aos 17. Aos 33, o Grêmio descontou com Michel, que aproveitou confusão na área após cobrança de falta de Luan.

Com o resultado, o Grêmio caiu para o quarto lugar com 50 pontos. No próximo domingo, o time enfrenta o Avaí na Ressacada, em Florianópolis, às 19h. Antes, no entanto, começa a disputa das semifinais da Libertadores. O Tricolor pega nesta quarta-feira o Barcelona-EQU às 21h45 no Monumental de Barcelona, em Guayaquil.

Os primeiros 20 minutos de partida pareceram um treinamento de ataque contra defesa. O Grêmio se posicionava no campo de ataque e trocava passes. Luan criava as jogadas e buscava acionar, preferencialmente, Everton. Porém, o time não conseguia invadir a área palmeirense. O primeiro lance de perigo, entretanto, foi dos visitantes. Borja foi lançado dentro da área. Bruno Rodrigo não conseguiu cortar e o atacante chutou cruzado. Léo Moura cortou antes que algum jogador de Alberto Valentim se aproximasse.

O lance, no entanto, não mudou o cenário do jogo. Aos 30, Luan tabelou com Léo Moura, recebeu dentro da área e chutou forte, mas a bola saiu por cima do gol de Fernando Prass. O lado direito era onde surgiam as melhores jogadas. Seis minutos depois, Léo Moura lançou Everton. O atacante ganhou de Egídio, passou por Juninho e chutou para fora. Antes do intervalo, aos 44, Michel errou uma saída de bola e entregou para Borja. O colombiano acionou Keno, que chutou para defesa de Paulo Víctor. Na sequência, nova desatenção. Borja tentou encobrir o goleiro gremista, mas mandou para fora.

O Grêmio voltou para o segundo tempo com uma modificação. Renato Gaúcho sacou Bruno Rodrigo, lesionado, e promoveu a entrada de Jaílson. Na mudança, colocou Marcelo Oliveira como o parceiro de Rafael Thyere na zaga e Kaio na lateral esquerda. E deu azar. Logo aos dois minutos, Dudu arriscou. A bola desviou em Marcelo Oliveira e morreu no fundo das redes de Paulo Víctor.

O gol atordoou o Tricolor. Sete minutos depois, Thyere deu espaço para Borja para chutar. O goleiro gremista defendeu, mas, no rebote, Moisés não desperdiçou e ampliou. Aos 17, Mayke cruzou rasteiro para Dudu fazer o terceiro, que culminou em vaias na Arena. Apesar disso, os gaúchos diminuíram o revés ao marcar com Michel aos 32. O volante completou após cobrança de falta de Luan e deu números finais ao confronto. De quebra, garantiu a reconciliação com o torcedor, que voltou a dar carinho ao time às vésperas do duelo pelas semifinais da Libertadores.

GE