X

Notícias

Com votação do orçamento travada no Congresso, governo dos EUA inicia sua 3ª paralisação parcial

Internacional, Notícias, Política
-
22/12/2018 08:14

Financiamento de algumas agências do governo federal venceu. Negociações no Congresso serão retomadas neste sábado

Foto: Saul Loeb / AFP Photo
Legenda da foto

O governo dos Estados Unidos iniciou neste sábado (22) à meia-noite (3h, pelo horário em Brasília) um fechamento parcial por falta de fundos, depois que o Congresso não chegou a um acordo orçamentário para as exigências do presidente Donald Trump a respeito do muro da fronteira com o México.

Trata-se do terceiro fechamento administrativo que Trump enfrenta neste ano. O primeiro, em janeiro, se prolongou por três dias, enquanto o segundo, em fevereiro, durou apenas algumas horas.

A paralisação parcial ocorre porque o financiamento de algumas agências do governo federal venceu, e elas têm que fechar e deixar seus funcionários tecnicamente sem trabalho. Alguns funcionários federais, inclusive, podem ficar sem pagamento no Natal.

Na noite desta sexta, Trump publicou um vídeo no Twitter em que mais uma vez defende a construção do muro, para barrar a entrada de imigrantes ilegais, drogas e gangues nos EUA. O presidente declarou que “espera que o bloqueio não dure muito”.

 

Os senadores dos partidos Republicano e Democrata tinham concordado com um orçamento provisório na última quinta-feira (20), mas que não incluía os mais de US$ 5 bilhões que Trump havia exigido para a construção do muro na fronteira. O presidente se negou a assiná-lo.

Um outro projeto de orçamento, que inclui a verba para o muro, foi aprovado na sexta na Câmara dos Representantes, onde os republicanos são maioria, e enviado ao Senado, que adiou a votação, forçando o início da paralisação parcial.

Apoiadores de Trump fazem financiamento coletivo para muro

As negociações no Congresso norte-americano serão retomadas depois das 12h deste sábado (15h, em Brasília). O orçamento precisará da aprovação de 60 senadores.

Ao menos, o governo conseguiu convencer a maioria simples dos senadores em uma votação preliminar. Isso garante, na prática, que o assunto seja debatido até a chegada de um acordo final.

Governo parado

A paralisação parcial ocorre porque impede o financiamento de algumas agências, como departamentos de Segurança Interna, Justiça e Agricultura.

A vantagem para Trump é que os programas governamentais estão financiados até 30 de setembro de 2019, incluindo os dos Departamentos de Defesa, Trabalho e Saúde e Serviços Humanos.

O próprio presidente Trump já previa que o acordo não ocorreria a tempo. “Se os democratas votarem não, vai haver uma paralisação que vai durar por muito tempo”, escreveu ele em um tuíte.

A opinião de Trump mudou ao longo do debate sobre o orçamento para o muro. O presidente chegou a bater boca com congressistas do Partido Democrata tentando forçar a aprovação. No entanto, ele voltou atrás e disse que buscaria “outras formas” de financiar a obra. Recentemente, o republicano mudou mais uma vez de ideia e insistiu que o Congresso aprovasse o orçamento.