X

Notícias

Denúncia do Chile contra a Bolívia definiu Peru na repescagem do Mundial

Esportes, Internacional
-
11/10/2017 09:19

Decisão da Fifa que antes era favorável aos chilenos eliminou o atual campeão sul-americano da Copa da Rússia

Globo.com
Legenda da foto

Uma decisão da Fifa que antes parecia favorável aos chilenos acabou sendo determinante para a não classificação da equipe do técnico Juan Antonio Pizzi para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Se em novembro do ano passado o Chile comemorou os dois pontos conquistados pela escalação irregular do zagueiro Nelson Cabrera, da Bolívia, no empate sem gols entre as duas equipes, na 8ª rodada, hoje o sentimento é de decepção. Isso porque o Peru, que havia sido derrotado por 2 a 0 pelos bolivianos na 7ª rodada, também acabou beneficiado.

Por determinação da Fifa, as duas partidas terminaram com derrotas da Bolívia por 3 a 0. E assim o Peru terminou na quinta posição com 26 pontos empatado com o Chile, mas em vantagem nos critérios de desempate. Se os resultados de campo tivessem sido mantidos, os chilenos estariam hoje garantidos na repescagem com 24 pontos e os peruanos, com 23, estariam eliminados.

Em entrevista coletiva, Juan Antonio Pizzi, que também anunciou que não vai permanecer no comando da equipe, falou sobre a triste coincidência contra os chilenos.

– Não podemos influir na decisão que tomou o TAS. Aceitamos a decisão, que era justa, era a correta. Vendo os números hoje, vemos que fomos prejudicados. Não temos do que reclamar. Foi justo – disse, na arena do Palmeiras.

A Federação Boliviana de Futebol tentou recurso para reverter a punição da Fifa, mas o Tribunal Arbitral do Esporte, em agosto, manteve a decisão de dar a vitória ao Chile e ao Peru nos confrontos contra a Bolívia por um placar de 3 a 0.

Nelson Cabrera é paraguaio naturalizado boliviano. Depois de passagens pelo futebol do seu país de origem, do Chile, da China e da Romênia, ele se transferiu para o Bolívar em 2013. Por isso, não cumpria a exigência de morar por cinco anos seguidos no país para poder defender a equipe local.

GE