X

Notícias

Detido por quebrar portão de condomínio e esmurrar elevador é flagrado ameaçando porteiro: ‘Ia dar um bocado de tiro na sua cara’

Geral, Notícias
-
15/05/2018 08:49

Empresário foi detido no condomínio onde mora, no bairro da Pituba, em Salvador. PM diz ter encontrado 21 munições de calibre 380 com suspeito

Empresário aparece em vídeo esmurrando elevador de prédio onde mora. (Foto: Reprodução / TV Bahia)
Legenda da foto

Oempresário Daniel Almeida, que foi detido após quebrar o portão do condomínio onde morava, quebrar carros, provocar danos no elevador e fazer ameaças a policiais no bairro da Pituba, em Salvador, aparece em um vídeo ameaçado o porteiro do mesmo prédio porque ele teria demorado para abrir o portão.

As imagens foram gravadas com um celular por um vizinho. Nelas, o empresário aparece no estacionamento do prédio gritando com o funcionário. “Não demore para abrir o portão aqui não. Você escapou de morrer. Eu ia dar um bocado de tiro na sua cara. Se eu to com minha arma aqui, eu matava você todo”, disse o empresário.

Exaltado, ele ainda dá um tapa no carro de um morador que está estacionado no local e ainda afirma que é ele quem manda no prédio. “Aqui, pai, quem manda sou eu”, disse.

Logo depois, a polícia chega ao local e o empresário caminha em direção para a àrea interna do prédio. Os agentes mandam ele colocar as mãos na cabeça, e ele responde: “Atire. Eu estou em minha casa, irmão”.

Os vizinhos contaram que o empresário sempre teve um comportamento agressivo e que o síndico deixou o prédio depois de também sofrer ameças. Ainda segundo os vizinhos, ele não estaria pagando condomínio desde 2013.

Caso

O empresário foi preso por quebrar o portão do condomínio onde morava, quebrar carros, provocar danos no elevador e fazer ameaças a policiais no sábado, 12.

Informações do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) apontam que agentes da unidade foram parados na rua por moradores do condomínio, que denunciaram que o morador tinha quebrado o portão de entrada.

A PM acrescenta que os policiais chegaram ao local e tentaram conversar com o homem, que exaltado teria avançado rumo a um apartamento no 15º andar.

Imagens de uma câmera de segurança mostram que o empresário entra no elevador ao lado da mulher. Em seguida, ele começa a desferir chutes e socos contra o equipamento. A companheira tenta contê-lo, mas ele a empurra e chega a danificar o espelho e câmera do local.

Já no apartamento, a PM diz que tentou novamente negociar com o empresário, que teria dito que estava armado e feito ameaças.

A corporação acrescenta que a companheira do empresário tentou sair do apartamento e acabou sendo impedida por ele. Com isso, ela teria autorizado a entrada dos policiais, que imobilizaram o homem.

Dentro do imóvel, a PM diz que encontrou 21 munições de calibre 380. O suspeito foi detido e encaminhado para a Central de Flagrantes.

Por meio de nota, a Polícia Civil disse que o empresário foi autuado por porte de munições, desobediência, ameaça, danos ao patrimônio e embriaguez. Ele passou por audiência de custódia, na manhã desta segunda, e foi liberado. O empresário vai responder ao processo em liberdade.

Até a publicação desta reportagem, não foi conseguido contato com o advogado do empresário.

G1