X

Notícias

Em jogo com arbitragem polêmica, Figueirense perde para o Palmeiras

Esportes, Nacional
-
17/10/2016 08:37

Furacão ficou na bronca com o árbitro Igor Benevenuto, que marcou um pênalti para o Verdão 

Legenda da foto

Antes mesmo da partida contra o Palmeiras começar, a diretoria do Figueirense já se mostrava preocupada com a pressão que o adversário exerceu durante a semana na arbitragem. Principalmente depois que o volante Renato, emprestado ao Furacão pelo Verdão,relatou ao assessor da presidência alvinegra, Branco, que um diretor do time paulista ligou para ele no sábado pressionando para não jogar neste domingo. Segundo Branco, por esse motivo Renato foi retirado do jogo.

Branco reclamou bastante antes do pontapé incial e terá mais motivos para chiar depois da derrota por 2 a 1 para o Palmeiras no Orlando Scarpelli, isso porque o árbitro Igor Benevenuto marcou um pênalti inexistente de Bruno Alves em Gabriel Jesus, que Jean cobrou para abrir o placar, e depois deixou de dar uma penalidade máxima ao Furacão, quando Rafael Silva foi derrubado por Egídio na área. No fim, o erro da arbitragem fez a diferença e o Figueira foi derrotado e viu sua situação se complicar ainda mais na tabela.

Contra o líder do Campeonato Brasileiro, o Figueirense optou por um jogo mais fechado. Com três volantes no meio de campo o Furacão mostrou força para segurar o ímpeto do Verdão. Foi assim em todo o primeiro tempo. O problema é que logo no início da segunda etapa, Bruno Alves trombou com Gabriel Jesus e o árbitro deu pênalti. Jean cobrou e abriu o placar aos 12 minutos.

Depois disso, o técnico Marquinhos Santos abriu mais o time colocando Lins na equipe. O Figueira partiu para cima e viu Jean ampliar aos 39, depois da partida ficar parada por seis minutos porque o árbitro pediu para a iluminação ser acessa no Scarpelli.

Com a derrota no placar, o Figueirense continuou insistindo e conseguiu diminuir com Rafael Silva, aos 41 minutos. Mas era tarde demais para a reação alvinegra. O pior foi ver o Internacional vencer o Flamengo e abrir ainda mais vantagem sobre o Furacão.

DC/ Fronteira Online