X

Notícias

Empresária passa mal e acaba morrendo no Hospital Municipal

Notícias
-
01/07/2018 11:10

Elisa Salla foi atendida no hospital municipal de Dionísio Cerqueira, mas não resistiu e acabou entrando em óbito

Legenda da foto

Faleceu na noite deste sábado, 30, no Hospital Municipal de Dionísio Cerqueira a empresária Elisa Salla.

Conforme as primeiras informações, Elisa teria sofrido uma parada cardíaca, ela foi atendida no Hospital de Dionísio Cerqueira, onde apesar dos esforços médicos, acabou entrando em óbito.

Elisa Salla está sendo velada na Capela Primeiro de Maio em Dionísio Cerqueira. O sepultamento deve ocorrer às 16 horas.

Na tarde deste domingo, 1°, emitiu uma nota de esclarecimento sobre a morte da empresária.

Informe técnico – HMDC – Domingo (01/07/2018)
A direção do Hospital Municipal de Dionísio Cerqueira, na figura do diretor técnico, Felipe Jackymiu e demais integrantes do corpo clínico, vem a público se manifestar sobre o óbito da empresária Elisabete Salla, 47 anos, ocorrido na noite de sábado, 30. A paciente deu entrada em nosso pronto socorro por volta das 15h30 com quadro de dor abdominal inespecífico, mal estar geral e palidez cutânea, quadro este referido de longa data e com piora na tarde do sábado. Elisabete foi prontamente atendida pela equipe de plantão que realizou toda a investigação e medicação, seguindo protocolos médicos indicados ao caso clínico. Constatada a gravidade do caso, o Hospital entrou em contato com unidades de referências a fim de transferir a paciente, obtendo êxito. No entanto, enquanto aguardávamos transporte adequado para a paciente, a mesma apresentou piora clínica com rebaixamento de nível de consciência e insuficiência respiratória grave, sendo prontamente atendida por equipe de plantão e mais dois médicos. Elisabete teve duas paradas cardíacas e, após mais de 40 minutos de tentativas de ressuscitação, sem surtir efeito, o quadro evoluiu a óbito. Toda a equipe do Hospital Municipal lamenta a perda de uma pessoa tão querida por todos. Informamos que está sendo realizado, juntamente com a vigilância epidemiológica, a investigação para causa de evolução tão rápida e de tão negativa sorte. Todos do Hospital Municipal de Dionísio Cerqueira são solidários à dor da família Salla e nos colocamos à disposição para futuros esclarecimentos.

Fronteira Online