X

Notícias

Estado de SC ganha mais 918 policiais e governador confirma novo concurso para 2018

Policial
-
15/12/2017 17:26

Primeira formatura de nove grupos ocorreu nesta terça-feira Florianópolis receberá 109 soldados

Foto: Divulgação
Legenda da foto

Com os olhos cheios de lágrima, a soldado Déborah Schmockel, 30, moradora de Florianópolis, não escondeu a emoção de ficar entre os, 404, formandos da Polícia Militar de Santa Catarina nesta terça-feira, 13, no Centro de Ensino da PM, no bairro Trindade. “É um sonho que não foi sonhado só por mim, mas por toda minha família. Existe uma longa caminhada até aqui e por isso é um dia de muita felicidade. Diante desse cenário de insegurança, vou aplicar todos os conhecimentos do curso e fazer o meu papel, defender a sociedade”, disse. Este foi o primeiro de nove grupos que serão formados nesta semana em outras cidades do Estado, totalizando, 918, policiais.

Os, 404, policiais formados na Capital serão distribuídos para atuar nos batalhões de Florianópolis, Tubarão, Balneário Camboriú e Itajaí. Participaram da solenidade o governador Raimundo Colombo, PSD, o vice Eduardo Pinho Moreira, PMDB, o secretário de Estado da Segurança Pública, César Grubba, e o comandante-geral da PM, Paulo Henrique Hemm, além de familiares e amigos dos novos soldados.

Para Florianópolis foram confirmados, 109, novos policiais recém-formados, que devem começar a atuar na Operação Verão. Um deles é Romário Fernandes, 27. Ele acredita que a opção de ser PM vem do coração. “É uma escolha arriscada e nada fácil. Estamos sempre expostos ao emocional, ao físico, ao intelectual. Ao longo do período do curso fomos nos moldando para servir e proteger a sociedade catarinense, e hoje eu estou pronto”, afirmou.

Colombo disse que o governo do Estado continuará com a política de aumentar o efetivo. “Um novo concurso deve ser realizado em 2018. Também estamos investindo em tecnologia e inteligência. O resultado está vindo. O número na apreensão de drogas cresceu, assim como as prisões, então estamos conseguindo fazer o enfrentamento do crime. Este trabalho tem que continuar”, disse.

Conhecimentos técnicos e atividades operacionais

O curso da PM durou sete meses. Nesse período, os alunos obtiveram conhecimentos técnicos em legislação, técnicas de policiamento ostensivo, defesa pessoal, ética e relacionamento interpessoal. Também atuaram em diversas atividades operacionais e instruções.

Para o comandante-geral da PM, coronel Paulo Henrique Hemm, a formatura representa a maior inclusão de policiais na história da PM. “Poderemos dar um resultado ainda melhor para a comunidade e estarmos mais presentes”, salientou.

Aumento no efetivo e combate ao crime

Questionado sobre os frequentes episódios de violência em Florianópolis, o governador afirmou que o Estado deve lançar novo concurso e irá seguir nos investimentos em tecnologia e inteligência. Colombo reconheceu que o Estado enfrenta “uma questão de crime organizado” e disse que a inteligência é essencial nesse trabalho, mas que a Segurança Pública está no caminho certo. “A estratégia está correta, o resultado está vindo, o número de apreensões de drogas e prisões cresceu muito. Estamos conseguindo fazer enfrentamento de forma orientada no momento em que o crime organizado está em conflito e as consequências são essas, mas o Estado está forte e vencerá essa batalha”, afirmou. O secretário de Estado de Segurança Pública César Grubba, disse que os homicídios cresceram 8,5% e confirmou a guerra de facções que preocupa o Estado. “Mas estamos fazendo a nossa parte”, declarou. Grubba disse ainda que para a temporada de verão o efetivo de Florianópolis aumentará em 25%.

Ainda sobre a onda de ataques, o comandante-geral da PM, coronel Paulo Henrique Hemm, disse que a polícia está presente nos morros, fazendo a sua parte. “Se não estivéssemos nos morros, o crime teria tomado conta da região, em todos os lugares. Estamos vivendo em meio a uma guerra de facções. Bandidos não respeitam leis, leis que existem há 77 anos e precisam de uma reformulação para ter mais rigidez com quem descumpre a ordem”, afirmou.

Florianópolis vai receber, 109, soldados da PM

Dos 918 novos policiais, o governo do Estado anunciou que os batalhões de Florianópolis receberão 109 soldados. “Os critérios foram técnicos, conforme os indicadores apresentados e todos têm justificativa. Não houve interferência nem indicação política para que se fizesse o que tecnicamente tenha sido feito”, justificou Raimundo Colombo.

Segundo a apuração do ND, o 4º BPM vai receber mais 45 soldados para patrulhar o Sul da Ilha, a região do Centro e os bairros da bacia do Itacorubi. O 21º BPM, que é responsável pelo Norte da Ilha, vai ficar com mais 36 policiais. Já o 22º BPM, que faz o policiamento ostensivo no Continente, com mais 28 soldados.

“Não podemos divulgar as ações que serão tomadas para combater a violência, mas estamos aguardando a chegada de mais policiais para programar outros planos estratégicos que serão colocados em prática”, informou o comandante do 4º BPM, tenente-coronel Marcelo Pontes.

Fonte: Notícias Do Dia