X

Notícias

“Eu não me achava bonita”, diz Miss Brasil 2016

Geral, Notícias
-
06/10/2016 11:52

Primeira negra a ganhar o concurso em 30 anos, Raissa Santana conta sobre a infância: “era uma menina muito tímida, não me achava bonita e sofria bullying”

Legenda da foto

Para muitas meninas, vencer o bullying e a timidez já é uma vitória. Passar por isso na infância e ganhar o título de Miss Brasil é uma conquista maior ainda. E é justamente esse êxito que a baiana radicada no Paraná Raissa Santana, de 21 anos comemora. Natural de Itaberaba, na Bahia, ela mudou-se com a família para São Paulo com apenas um ano de idade e aos seis foi morar em Umuarama. E foi no Paraná que ela viu a vida se transformar. Raissa venceu todas as etapas do concurso pelo estado até conquistar o Miss Brasil 2016, no último dia 01 de outubro.

Durante a infância, porém, ela nem imaginava que podia ser eleita a mulher mais bonita do país. “Eu era uma menina muito tímida, sofria bullying por ser negra e diferente e não me achava bonita”, conta. Foi aos 15 anos, enquanto trabalhava em uma academia, que ela recebeu um convite de um amigo para participar de um concurso de beleza. “Minha primeira reação foi não aceitar. Imagina, eu nunca achei que eu podia”, brinca.

Depois de ser eleita a mulher mais bonita do Brasil, Raissa Santana se prepara para disputar o Miss Universo. Foto: Lucas Ismael / Divulgação Miss Brasil BE Emotion

Vencido o primeiro obstáculo – o de se olhar no espelho e achar que era capaz – Raissa decidiu participar de uma disputa municipal de beleza. Em 2015 venceu sua primeira prova e, como prêmio, recebeu bolsas de estudos, tratamentos estéticos e o direito de participar do Miss Paraná, com todas as despesas pagas. Foi quando sua vida começou a dar uma guinada.

Gazeta do Povo/ Fronteira Online