X

Notícias

Fifa reconhece títulos mundiais de Flamengo, Grêmio, Santos e São Paulo

Esportes, Internacional
-
27/10/2017 09:17

Reunião do Conselho realizada na Índia inclui em sua lista oficial conquistas de campeões do antigo Mundial Interclubes, disputado por representante sul-americano contra europeu, entre 1960 a 2004

Revista Encontro
Legenda da foto

A Fifa decidiu reconhecer como campeões mundiais os clubes que venceram o antigo Mundial Interclubes, confronto disputado de 1960 a 2004 entre o campeão sul-americano e europeu. A decisão foi tomada na manhã desta sexta-feira, em reunião do Conselho da entidade em Calcutá, na Índia. Passam a ser considerados campeões mundiais, portanto, as seguintes equipes brasileiras:

Santos – 1962 e 1963

Flamengo – 1981

Grêmio – 1983

São Paulo – 1992 e 1993

A solicitação para incluir a discussão da legitimidade do título partiu da Conmebol. Pelo Twitter, o presidente da entidade sul-americana, Alejandro Domínguez, confirmou a decisão da Fifa e divulgou a carta em que solicitou o reconhecimento a Gianni Infantino, em junho.

– Agradeço a aprovação pelo conselho da Fifa da proposta da Conmebol de reconhecer títulos de Copas Intercontinentais como Mundiais de Clubes – escreveu Alejandro

O reconhecimento da Fifa reforça a possibilidade de que o duelo entre o campeão da Libertadores e o da Liga dos Campeões volte a acontecer. O Mundial de Clubes organizado pela entidade em 2000 pela primeira vez e depois continuamente desde 2005 passaria a ser disputado de quatro em quatro anos, no mesmo intervalo da Copa das Confederações, que seria extinta – essa mudança deve ser somente a partir de 2021.

– Na nova Conmebol, fixamos como um dos eixos de mudança fazer justiça pelo futebol sul-americano, inclusive indo além do judicial. Hoje vemos refletidos nossos esforços em um justo reconhecimento que a Fifa faz aos clubes sul-americanos e europeus, que ganharam a Copa Intercontinental e tradicionalmente foram considerados campeões do mundo. Em nome da Conmebol, parabenizamos os diretores, comissões técnicas e jogadores dos clubes reconhecidos, e, claro, a todos os torcedores e muito especialmente aos que pertenceram aos elencos vencedores e deixaram a marca do futebol sul-americano na história do futebol mundial – afirmou o presidente da Conmebol, em nota divulgada no site oficial da entidade.

No total, foram realizadas 43 edições do extinto Mundial de Clubes. Em 1975 (Bayern de Munique x Independiente) e 1978 (Liverpool x Boca Juniors), as partidas não aconteceram porque as equipes não chegaram a um acordo no que diz respeito à data – não houve vencedores, portanto. Em compensação, em 2000, dois clubes foram campeões mundiais: o Boca Juniors (agora reconhecido) e o Corinthians (que venceu o primeiro Mundial Interclubes organizado pela Fifa).

Os títulos da Copa Rio de 1951 e 1952, conquistados por Palmeiras e Fluminense, respectivamente, são exemplos de competições entre equipes de países diferentes que não entraram na pauta da Fifa. A entidade chegou a reconhecer o Palmeiras como campeão mundial durante o processo de organização da Copa do Mundo de 2014, mas depois voltou atrás e passou a usar eufemismos como “primeiro campeão global”.

A partir de agora, o São Paulo é o clube brasileiro com mais títulos mundiais reconhecidos pela Fifa. São três: 1992, 1993 e 2005. Santos (1962 e 1963) empatou com o Corinthians (2000 e 2012). E Flamengo (1981) e Grêmio (1983) se igualaram ao Internacional (2006).

Confira todos os campeões do antigo Mundial de Clubes:

1961 – Peñarol

1962 – Santos

1963 – Santos

1964 – Inter de Milão

1965 – Inter de Milão

1966 – Peñarol

1967 – Racing

1968 – Estudiantes

1969 – Milan

1970 – Feyenoord

1971 – Nacional-URU

1972 – Ajax

1973 – Independiente

1974 – Atlético de Madrid

1976 – Bayern de Munique

1977 – Boca Juniors

1979 – Olímpia

1980 – Nacional-URU

1981 – Flamengo

1982 – Peñarol

1983 – Grêmio

1984 – Independiente

1985 – Juventus

1986 – River Plate

1987 – Porto

1988 – Nacional-URU

1989 – Milan

1990 – Milan

1991 – Crvena Zvezda

1992 – São Paulo

1993 – São Paulo

1994 – Vélez Sarsfield

1995 – Ajax

1996 – Juventus

1997 – Borussia Dortmund

1998 – Real Madrid

1999 – Manchester United

2000 – Boca Juniors

2001 – Bayern de Munique

2002 – Real Madrid

2003 – Boca Juniors

2004 – Porto

GE