X

Notícias

Figueira e Chape confrontam números em luta pelo topo

Esportes, Nacional
-
13/02/2018 08:57

Alvinegro ainda não foi derrotado e já marcou 12 gols na competição, enquanto Verdão foi vazado apenas duas vezes no Catarinense

Fabrício Bruno e Douglas Bacelar são os xerifes da zaga verde e branca (Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)
Legenda da foto

Um duelo que promete muito mais do que a briga pela liderança do Campeonato Catarinense. De um lado, o melhor ataque, comandado por André Luis. Do outro, a defesa menos vazada, com Fabrício Bruno e Douglas em sintonia desde a temporada passada. Quem levará a melhor?

Um início de estadual com dois clubes despontando e deixando claro o favoritismo para levar o caneco em 2018. O Figueirense ainda não foi derrotado na competição, possui cinco vitórias e dois empates. Um aproveitamento de 81%.

Além disso, o Alvinegro possui outros bons números. O principal destaque é o ataque. São 12 gols marcados em sete partidas – uma média de 1,7 por jogo. O artilheiro da equipe e da competição, ao lado de Grampola, Lima e Elton Martins, é André Luís, com quatro gols. A defesa do time também vai bem, apesar de não ter números tão expressivos. Foram sete gols sofridos – média de um por jogo.

Do outro lado a situação é inversa. A defesa verde e branca tem ótimos números. Foram apenas dois gols sofridos na competição – média de 0,3 por jogo. Um deles para o Hercílio Luz, na única derrota do time no campeonato. Resultado, entre outros fatores, do entrosamento da dupla de zaga, composta por Fabrício Bruno e Douglas, remanescentes da temporada passada.

Já o ataque da Chape não chama tanta atenção. São apenas oito tentos marcados – número igual ao de Tubarão e Inter de Lages, por exemplo, que disputam posições na parte de baixo da tabela. O lado positivo é o bom momento de Wellington Paulista. O artilheiro do time na temporada passada marcou seus primeiros dois gols do ano na última rodada.

Comparação das equipes

AtaqueDefesaAproveitamento
Figueirense12 gols (média de 1,7 por jogo)7 gols (média de 1 por jogo)81%
Chapecoense8 gols (média de 1,15 por jogo)2 gols (média de 0,3 por jogo)76,2%

GE