X

Notícias

Grêmio empata com o Palmeiras e garante vaga à semifinal da Copa do Brasil

Esportes, Nacional
-
20/10/2016 09:49

Tricolor enfrenta o Cruzeiro na próxima fase

Legenda da foto

O Grêmio está na semifinal da Copa do Brasil. O empate em 1 a a na noite desta quarta-feira, no Allianz Parque, somado à vitória na partida de ida, garantiu a classificação do time de Renato Portaluppi para enfrentar o Cruzeiro, que eliminou o Corinthians. Valeu a estratégia de preservar titulares domingo passado. A ordem dos jogos será conhecida na manhã desta quinta, em sorteio na CBF. No meio do caminho, haverá o Gre-Nal na Arena, domingo.

Na teoria, o time reserva do Palmeiras sugeria menos dificuldades para o Grêmio na partida. Na prática, não foi o que se viu. Já a 12 minutos, em falta batida por Egídio, Lucas Barrios acertou o travessão com um cabeceio forte. Ressurgia com força a dificuldade da equipe em lances aéreos, a jogada preferencial do time de Cuca. O andamento do jogo se encarregaria de confirmar isso.

Excessivamente recuada, a postura do Grêmio causava alguma preocupação. Era como se a equipe se contentasse apenas em tentar tirar proveito de algum vacilo defensivo do Palmeiras na base do contraataque. Só que Luan não encontrava espaço entre os marcadores e Pedro Rocha voltava a mostrar-se dispersivo. Douglas era contido pelos marcadores.

Não fosse a precisão de Marcelo Oliveira ao jogar-se para impedir a trajetória da bola, o Palmeiras teria marcado por Allione, a 23 minutos. A resposta, imediata, foi a única chance do Grêmio em toda a primeira etapa. Lançado por Douglas, Pedro Rocha finalizou muito mal, tendo apenas o goleiro Jaílson pela frente.

Uma nova investida forte do Palmeiras terminou em dois arremates dentro da área, defendidos por Marcelo Oliveira e Kannemann. O gol parecia iminente. Muito por conta da conduta do Grêmio.

O início do segundo tempo mostrou alguma diferença. Logo a um minuto, Douglas deu de calcanhar a Luan, recebeu a devolução dentro da área, mas chegou atrasado na dividida com o goleiro. O Grêmio parecia disposto a se impor para marcar o gol que colocaria o adversário em sérias dificuldades. Luan livrou-se de três marcadores e serviu a Walace, que não conseguiu concluir. Logo em seguida, Jaílson defendeu com dificuldade cabeceio de Marcelo Oliveira. Só que a bola aérea voltaria perturbar. Desta vez, de forma fatal. Após escanteio cobrado por Cleiton Xavier, Edu Dracena saltou mais do que Geromel e ajeitou para Thiago Martins, que se impôs a Maicon, também por cima, e marcou 1 a 0. Foi o 31ºgol sofrido.

O Grêmio quase chegou ao empate em chute de Walace, após investida de Edílson, defendido por Jaílson. Renato trocou o apático Pedro Rocha por Everton em busca de reação. A expulsão de Allione, por falta dura sobre Everton, representou uma vantagem para o Grêmio. Já sem Bruno Grassi, que saiu com lesão muscular e foi substituído pelo jovem Leo, o time assumiu o controle da partida. A tensão crescia. Nervoso, Renato Portaluppi discutiu com o auxiliar Bruno Boschilia e foi expulso. Com maior posse de bola, o Grêmio pecava na falta de objetividade e parava no paredão armado na frente da área do Palmeiras. Até que, a 30 minutos, em novo passe de Douglas, Everton venceu Jaílson com um chute forte. Era a garantia da vaga na semifinal.

DC/ Fronteira Online