X

Notícias

Hamilton revela dura em Vettel em Baku: “Me respeite ou teremos problemas”

Esportes, F1
-
20/11/2017 11:15
Vettel bate em Hamilton no GP do Azerbaijão (Foto: reprodução/vídeo)
Legenda da foto

Com o título da temporada assegurado, Lewis Hamilton se permitiu revelar os bastidores de um episódio polêmico do GP do Azerbaijão, disputado em junho. Na ocasião, Sebastian Vettel jogou a Ferrari propositalmente sobre a Mercedes do britânico em revide pelo que considerou uma freada maldosa do rival. Hamilton contou, em entrevista ao site motorsport.com, que deu uma dura no alemão por tal postura.

– Quando falei com ele depois, eu estava como “isso é sinal de desrespeito, então nunca me desrespeite assim de novo ou teremos problemas. Eu nunca fiz isso a alguém. Eu nem sei o que ele estava pensando que fez. Nunca estive numa posição como aquela. Acredito que as pessoas reagem de forma diferente diante de certas pressões – disse Hamilton.

Os pilotos se preparavam para uma das relargadas do GP do Azerbaijão, realizado neste domindo no Circuito de rua de Baku. Líder da prova, Lewis Hamilton sofria com a lentidão do safety car à frente, o que fazia com que seus pneus esfriassem. Assim começou a diminuir o ritmo para pegar distância do carro de segurança e poder ter mais espaço para arrancadas que lhe dessem mais calor nos compostos.

Em destes momentos em que o britânico freou para ganhar distância do safety car, Sebastian Vettel acabou acertando sua traseira. Certo de que o britânico havia freado de propórito para lhe atrapalhar (o famoso “brake test”), o alemão da Ferrari colocou o carro ao lado do rival, gesticulou bravamente com a mão e, por fim, virou o volante em direção à Flecha de Prata de Hamilton, causando o contato lateral. A FIA não encontrou indícios de frenagem proposital por Hamilton, mas, pelo choque, Vettel foi punido com 10s, enquanto Lewis seguiu sem punições.

À época o alemão liderava o campeonato e, com o quarto lugar (Hamilton terminou em quinto), ampliou a vantagem para 14 pontos. Hoje Vettel é o segundo colocado do Mundial, com 302 pontos, não podendo mais alcançar Hamilton, que tem 345. Resta apenas uma corrida para o fim da temporada: o GP de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, a ser disputado no dia 26 de novembro.

GE