X

Notícias

Homem é intensamente procurado pela polícia Argentina após ter sequestrado e estuprado uma menina de apenas 6 anos

Notícias, Policial
-
16/04/2018 16:03

O caso foi registrado na manhã de sábado na cidade de Pozo Azul, cerca de 75km da fronteira. A vítima passou por cirurgia e continua em estado grave

Foto: Reprodução
Legenda da foto

A polícia Argentina procura intensamente por um homem acusado de ter agredido uma adolescente de 12 anos, e sequestrado e estuprado a irmã dela de apenas 6 anos. O fato teria ocorrido na manhã de sábado, 14, na cidade de Pozo Azul, cerca de 75km da fronteira.

No dia dos fatos a criança e sua irmã seguiam para um comércio nas proximidades da casa da família, momento em que foram abordadas pelo suspeito que se deslocava pela rodovia em um VW Gol de cor branca. Segundo a polícia o homem teria tentado colocá-las dentro do carro, como as meninas teriam resistido, ele as agrediu com uma barra de ferro.

A adolescente conseguiu fugir, no entanto, a menor acabou sendo arrastada para dentro do carro. Com a criança dentro do veículo o homem seguiu em fuga, vizinhos que teriam visto a situação acionaram a polícia que de imediato iniciou as buscas.

Horas depois a criança foi encontrada em uma cidade a cerca de 35 km do local dos fatos. Ela foi encontrada bastante machucada e estado de choque, sendo encaminhada imediatamente para atendimento médico, onde foram constatados lesões graves na cabeça e lesões compatíveis com estupro.

Suspeitos

Segundo a polícia um dos envolvidos, que estava no VW Gol de cor branca, foi preso ainda durante o sábado, após ser abordado durante uma barreira policial, sendo que nas proximidades do veículo foi encontrada uma arma de fogo.

O segundo suspeito estaria com um Chevrolet Corsa de cor prata, veículo que foi visto nas proximidades do local onde foi encontrada a criança. O homem foi identificado através de informações repassadas pela adolescente.

O suspeito foi identificado como sendo Franco Emanuel Sotelo, de 24 anos. A polícia divulgou fotos do homem e solicita que qualquer informação seja repassada de imediato a unidade policial mais próxima.

A polícia Argentina não descarta a possibilidade do suspeito ter fugido para o Brasil.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Fronteira Online