X

Notícias

Homem usa ônibus escolar para resgatar 64 animais ameaçados por furacão nos EUA

Lazer
-
21/09/2018 14:37

Tony Alsup transportou 53 cães e 11 gatos em segurança até o Alabama antes de o furacão Florence atingir a Carolina do Sul. Ele comprou o veículo especialmente para resgatar animais em áreas atingidas por catástrofes

Animais transportados por Tony Alsup na traseira de seu ônibus escolar na Carolina do Sul — Foto: Reprodução/Facebook/Tony Alsup
Legenda da foto

Pouco antes do Florence chegar à Carolina do Sul, Tony Alsup deixou sua casa em Greenback, no estado do Tennessee, e correu para chegar antes com seu ônibus escolar a abrigos de animais em quatro cidades na rota do furacão.

Com o veículo, ele visitou North Myrtle Beach, Dillon, Georgetown e Orangeburg e recolheu 53 cães e 11 gatos que corriam risco de vida caso permanecessem ali.

Ele então os transportou até um abrigo em Foley, Alabama, que ofereceu espaço para recebê-los provisoriamente. De lá, eles serão distribuídos a outros abrigos em diversos locais do país, para que possam ser adotados.

Mas esta não foi a primeira vez que Alsup fez isso. Ele comprou o veículo especialmente para essa finalidade, inclusive.

Em entrevista ao jornal “Greenville News”, ele explicou que tudo começou durante a passagem do furacão Harvey, quando viu um apelo para que voluntários ajudassem a transportar animais de abrigos em Houston para outros locais mais seguros.

Na época, ele tinha uma pequena camionete e se ofereceu para buscar alguns cães e gatos. Mas um mal-entendido fez com que os responsáveis pelos abrigos acreditassem que ele poderia carregar muito mais animais do que os que seu veículo comportava.

Brincando, ele disse que, por ser “um homem de palavra”, não poderia desapontar aqueles que contavam com ele. “Então, eu disse, quer saber, por que eu não compro logo um ônibus?”

E foi assim que, por US$3.200, Alsup comprou um velho ônibus escolar, que dirigiu até o Texas e usou para transportar dezenas de animais. Feliz com o resultado, ele passou a coletar doações para comprar combustível e suprimentos e desde então sempre viaja a regiões atingidas por furacões para colaborar.

Ele leva ração, água e caixas de transporte e ajuda a retirar cães e gatos de locais onde eles correm risco e os leva até abrigos que possam recebê-los em segurança. Muita gente, diz, o chama de louco, mas ele garante amar o que faz. “Eles (os animais) sabem que eu sou o cão alfa e não estou aqui para fazer mal a eles”.

G1