X

Notícias

Incêndios aumentam 25% em cidade de Santa Catarina no ano de 2018, bombeiros orientam moradores para evitar problema

Geral, Notícias
-
09/07/2018 10:53

Eles dão dicas para que ocorrências diminuam neste inverno

Casa da mãe de Jaqueline destruída em Lages (Foto: reprodução NSC TV)
Legenda da foto

Com o aumento do número incêndio nas cidades da Serra catarinense durante o inverno, o Corpo de Bombeiros orienta os moradores sobre como evitar o problema. Até agora, já foram mais de 50 incêndios em residência em Lages. Esse número é 25% superior ao registrado em 2017.

Há uma semana, a casa da mãe de Jaqueline Andrade foi destruída pelo fogo. Em poucos minutos tudo havia sido consumido pelas chamas.

“Acho que ela esqueceu uma vela acesa”, contou. Essa não é a primeira vez que a família dela passou por isso. Há dois anos foi um fogão à lenha incendiou parte da mesma casa.

Além do uso de fogão à lenha, é comum nesta época que a rede elétrica fique sobrecarregada com aquecedores e chuveiros.

“Muitas casas estão com rede elétrica mal dimensionada ou exposta ou há acúmulo de equipamentos em um único plug de tomada. O fogão à lenha, em alguns casos, precisa que o cano esteja sempre afastado do forro, seja ele de madeira ou PVC. Não se deve deixar lenha secando no forno, sobretudo à noite, e não manter tapetes ou secar roupa próximo ao fogão”, disse o tenente dos bombeiros Ivanildo Varela.

Cuidados que muitos acabam não tomando. Para diminuir o número de ocorrências, os bombeiros estão visitando as casas em Lages para orientar a população.

G1