X

Notícias

Inter inverte lógica com derrotas fora e inicia recuperação em casa na Série B

Esportes, Nacional
-
28/07/2017 10:50

Nas últimas quatro rodadas, Colorado perdeu duas distante de Porto Alegre e venceu duas no Beira-Rio. O aproveitamento como mandante subiu de 40% para 54%

Mais de 21 mil colorados apoiaram o time na vitória sobre o Oeste, na terça-feira (Foto: Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação)
Legenda da foto

No início de julho, o Inter amargava irrisórios 40% de aproveitamento em casa na Série B, com somente uma vitória em cinco jogos. Além da campanha abaixo do esperado, carregou o pior aproveitamento como mandante em 17 anos pelas competições nacionais. Por outro lado, era o melhor visitante na segunda divisão. Vinte dias depois, o time de Guto Ferreira parece ter invertido a lógica, com duas derrotas fora e duas vitórias em casa nas últimas quatro rodadas.

Tudo mudou depois que o Colorado foi a Fortaleza e venceu o Ceará por 2 a 0, no dia 11 deste mês. Na sequência da excursão pelo Nordeste, vacilou diante do CRB, em Alagoas, e foi derrotado pelo mesmo placar. Na base da emoção, persistência e com uma dose de polêmica, venceu o Luverdense por 1 a 0, já nos acréscimos, em pleno Beira-Rio. No último fim de semana, levou 2 a 1 do Vila Nova em Goiânia, mas recuperou-se com o 2 a 0 sobre o Oeste em Porto Alegre.

Apesar dos reveses longe do Rio Grande do Sul, o Inter se manteve na ponta da tabela da Série B entre os visitantes. Soma 14 pontos em nove jogos – aproveitamento de 51,8%. Na campanha como mandante, conseguiu deixar o Z-4 e agora já é o 11º, com 13 pontos em oito partidas. O rendimento subiu dos 40% para 54%. O triunfo diante do Oeste três dias após a derrota em Goiás combinou motivação dos jogadores e apoio da torcida, segundo o técnico.

– É uma situação de reflexão dos atletas. Eles têm consciência e buscam melhorar o tempo todo. Há a situação de vários atletas entrarem descansados. A torcida foi fantástica. Por 90 minutos, incentivou e empurrou a equipe. É tudo uma troca. O time entrou bem e puxou o torcedor. Esta parceria vocês sabem o que conquistou – comentou Guto.

A sinergia entre o campo e as arquibancadas evitou ainda mais um episódio de protestos violentos no pátio do Beira-Rio, ainda que o clube tenha instalado tapumes próximos ao local por onde os atletas acessam o estacionamento do estádio. Segundo o vice de futebol Roberto Melo, o Inter continua em adaptação ao ano mais atípico de sua história, mas admite que há obrigação de vencer sempre.

– Refém do resultado não, mas o Inter sempre tem obrigação de buscar os três pontos. Estamos devendo uma regularidade. No ano, temos bons jogos, mas, muitas vezes, não mantemos. É isso o que procuramos. Teremos um jogo difícil com o Goiás do Argel. Precisamos de uma sequência de vitórias para nos consolidar no topo da tabela – ressaltou.

Com 27 pontos, o Colorado voltou ao G-4, mas pode sair dele com o fechamento da 17ª rodada, no sábado. A próxima chance de manter o bom momento em casa será já na terça-feira, quando recebe o Goiás, às 21h30.

GE