X

Notícias

Maior “garçom” entre Séries A e B, D’Ale tenta embalar fase e é arma contra o Boa

Esportes, Nacional
-
17/10/2017 09:49

Capitão do Inter soma 10 assistências na Série B, à frente de Bruno Henrique, do Santos, e Alan Víctor, do Londrina. Sete delas ocorreram nas últimas oito partidas em que atuou

D'Alessandro tem 10 assistências pela Série B (Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Internacional)
Legenda da foto

Que D’Alessandro é o expoente do Inter não há discussão. Porém, a fase atual do camisa 10 virou sustentação para o time a ponto de reverberar nacionalmente. A partir do pé esquerdo calibrado, o gringo virou o principal “garçom” entre as Séries A e B. Assim, o gringo surge como principal arma para o clube gaúcho tentar vencer o Boa Esporte na noite desta terça em Varginha.

Na empreitada colorada para retornar à elite, o capitão tem dado sua contribuição. Já são 10 assistências em 23 partidas pela Série B, o que representa uma média de 0,43 por jogo. Bruno Henrique, do Santos, e Alan Víctor, do Londrina, aparecem logo atrás, com nove passes para os companheiros marcarem.

Nas últimas oito partidas em que esteve em campo, D’Ale foi responsável por sete assistências nos 17 gols marcados pela equipe. Neste período, ainda balançou as redes em três oportunidades. Apenas na derrota por 1 a 0 para o Paraná passou em branco (sem tentos ou assistências), o que evidencia seu protagonismo para o time.

No apanhado, os números do gringo impressionam ainda mais. Aos 36 anos, o argentino já soma 16 assistências no ano, um recorde pessoal na carreira em jogos pelo Inter.

Com novo parceiro

Nesta terça, o meia contará com um novo parceiro no setor de criação. Camilo entra na equipe para dividir as tarefas de municiar Nico López e William Pottker em função da suspensão de Eduardo Sasha (expulso na vitória por 1 a 0 sobre o Brasil de Pelotas).

Será a primeira vez em que estarão juntos desde o início da partida. Até o momento, dividiram o campo em apenas 99 minutos, pouco mais uma partida inteira, dispersos em cinco compromissos ao longo da Série B (quatro vitórias e uma derrota). No triunfo por 2 a 0 sobre o Santa Cruz, Camilo serviu D’Alessandro.

Top 10 dos garçons das séries A e B

JogadorClubeSérieAssistênciasPartidasMédia por jogo
D’AlessandroInterB10230,43
Bruno HenriqueSantosA9210,42
Alan VíctorLondrinaB9270,33
Gustavo ScarpaFluminenseA8280,28
LuanGrêmioA7150,46
Rodrigo PimpãoBotafogoA7230,3
CazaresAtlético-MGA7230,3
RenatinhoParanáB7250,28
CuevaSão PauloA6210,28
ReisBoa EsporteB6250,24

A dupla terá liberdade para se juntar ao ataque. Sem Edenílson, suspenso pelo 3º amarelo, Guto Ferreira optou em colocar o garoto Jéferson ao lado de Charles. O jogador de 20 anos se destaca pelo poder de marcação.

Renovação na hora certa

D’Ale tem contrato até o final do ano. Embora já tenha manifestado o desejo de renovar, adia os planos para priorizar o acesso colorado à Série A. Em entrevista coletiva na última sexta, afirmou que “precisa e merece” pendurar as chuteiras pelo Inter. No clube há 9 anos, o argentino já superou a barreira dos 350 jogos pelo Inter e é o ídolo máximo da torcida colorada.

– Eu não quero confirmar nada, mas a ideia é encerrar a carreira aqui no Inter. Eu tenho quase certeza. Eu preciso disso. Eu mereço isso – disse.

O confronto com o Boa começa às 19h15 desta terça no Estádio Municipal de Varginha. O Colorado lidera a Série B com 57 pontos, três à frente do América-MG e 10 do Vila Nova, quinto e primeiro fora do G-4. O Boa está em 13º com 37.

GE