X

Notícias

‘Maior paçoca de carne seca do mundo’ é servida na última noite do Boa Vista Junina

Notícias
-
25/06/2017 10:11

'Maior paçoca do mundo' bateu novo recorde com 856,20 quilos. Iguaria foi servida ao visitantes da festa neste sábado ,24

Paçoca foi distribuída neste sábado (24) durante o Boa Vista Junina (Foto: Jackson Félix/G1 RR)
Legenda da foto

Quase uma tonelada de paçoca de carne seca, considerada a ‘maior paçoca do mundo’ pela prefeitura de Boa Vista, foi distribuída neste sábado ,24, na última noite do Boa Vista Junina realizado na Praça Fábio Marques Paracat.

A organização do evento serviu ao todo 856,20 quilos da iguaria tradicional. A estimativa é que cerca de 20 mil pessoas tenham provado o prato típico roraimense, conforme a Fundação de Educação, Turismo, Esporte e Cultura (Fetec).

O público presente acompanhou de perto a pesagem oficial da ‘maior paçoca do mundo’ que teve início por volta das 19h30 e começou a ser distribuída às 20h. Este ano, o prato ultrapassou a marca dos 775 quilos, registrados em 2016 e obteve um novo recorde.

De acordo com a superintendente de Turismo da Fetec, Alda Amorim, foram necessárias 15 pessoas para produzir a paçoca, que foi feita ao longo de três dias. Este ano foram usados 600 quilos de carne seca e 350 quilos de farinha. As quantidades de óleo e cebola, não foram informadas.

Alda disse ainda que a ideia é fortalecer a paçoca como uma marca turística de Roraima. “A paçoca é uma referência popular e um produto turístico forte da nossa região. Os nossos visitantes sempre levam um pouco na bagagem quando viajam”, disse.

A aposentada Olandina de Souza, de 72 anos, disse ao G1 que chegou ao local por volta das 17h30 e foi a primeira a garantir o lugar na fila e receber a primeira porção da paçoca.

Ela disse também que faz paçoca para vender, porém com carne assada [a distribuída na festa é feita com carne seca], mas aprovou a iguaria. “Está muito boa”, comentou.

De acordo com o tenente Fernandes Polícia Militar, cerca de 20 mil pessoas estiveram no evento e grande parte desses visitantes formaram fila para provar o alimento.

À reportagem ele informou ainda que não foi registrada nenhuma ocorrência ao longo dos oito dias de festa e a estimativa é que o número chegue a marca dos 35 mil, devido ao show de encerramento com a dupla sertaneja Marcos e Mancini.

G1/Fronteira Online