X

Notícias

Médico que teve cabeça perfurada por estaca divulga carta de agradecimento

Geral, Notícias
-
21/01/2018 16:02

Renasceu

Foto: divulgação
Legenda da foto

O ginecologista Maurílio Palhares, que teve 15 centímetros do cérebro perfurado por uma estrutura metálica na Ilha do Mel, no Litoral do Estado, está perto de deixar o hospital. Ferido durante o feriado de Ano Novo, ele divulgou uma carta na última quinta-feira 18, para relatar como tem sido a recuperação e agradecer.

Entre os pontos destacados está um agradecimento a toda a equipe médica que está o acompanhando desde o dia 1°. Ele agradeceu ainda familiares, pacientes e moradores da sua cidade, Maringá, no Norte do Estado.

Confira a carta na íntegra:

Caros,

Inicialmente, sou grato pelas manifestações de apreço e carinho. Graças à eficiência dos amigos que me socorreram imediatamente, no momento do acidente, e à competência da equipe médica e multidisciplinar de apoio que me prestou assistência, já estou, graças a Deus, muito bem!

Deixei a UTI geral no dia 11 de janeiro e já nos próximos dias receberei alta hospitalar. Estou respirando, conversando e me alimentando normalmente. Minha cognição (percepção, memória, pensamento, crítica, etc) está integralmente preservada. Com a ajuda inestimável da fonoaudiologia e da fisioterapia, já estou me movimentando. Os médicos disseram que não preciso mais usar medicamentos, estão otimistas e me deram muita esperança. Todos os parâmetros clínicos, exames complementares e sinais vitais (pressão, temperatura, frequência cardíaca e respiratória) estão normais.

A recuperação, pela rapidez, impressionou todo mundo, especialmente os médicos. Renasci. Um MILAGRE! A partir de agora, tenho “dois aniversários”.

Graças ao apoio dos familiares, dos velhos e bons amigos e dos novos amigos que conquistei; graças à solidariedade e às manifestações de carinho de pacientes, alunos e dos maringaenses; graças às orações pelo Brasil e pelo exterior, pela minha plena recuperação, estou me recuperando bem e, o que é melhor, progressivamente. Agradeço, do fundo do coração, a todos!

Tenho fé que, muito em breve, voltarei a lecionar e ao pleno exercício da Medicina, minha vocação. Pois, como Deus existe, existe esperança.

Como diz o sábio, isso também passa…

Gratidão a todos.
Abraços!

TAROBÁNEWS