X

Notícias

Morre paciente com câncer que colou grau no hospital em SC

Geral, Notícias
-
11/10/2017 13:27

Vania tinha 48 anos e recebeu o diploma na quarta (27). Ela fazia tratamento contra a doença desde 2016

Vania entre os filhos Amanda e Guilherme e o marido Carlos após receber o diploma (Foto: Arquivo Pessoal)
Legenda da foto

Vania Gonçalves Willrich, de 48 anos, a paciente de câncer que colou grau no hospital em Blumenau, no Vale do Itajaí, morreu na unidade de saúde. Ela recebeu o diploma, do curso de pedagogia, na quarta (27). O Hospital Santo Antônio informou que ela faleceu na tarde de sábado (30). A Uniasselvi, universidade que Vania frequentou, emitiu nota de pesar no domingo (1º).

Com o sonho de se formar em pedagogia, Vania participou das aulas, apesar da doença e internação. Debilitada e impedida de deixar o hospital por indicação médica, a professora recebeu o diploma na cama da unidade de saúde.

Na nota, a Uniasselvi registra o pesar: “Descanse em paz, Professora Vânia. Seu exemplo nos inspirará, para sempre”.

Persistência

“Ela concluiu o curso com 100% de frequência. Mesmo com as dores causadas pela doença, durante a quimioterapia e radioterapia, recusou-se a faltar aulas. Quando não conseguia dirigir, eu a levava à universidade e depois à sala de aula com uma cadeira de rodas. Da mesma forma, ela experimentou a toga e o vestido do baile. Foi muito emocionante vê-la concretizar esse sonho”, contou o marido Carlos Alberto Willrich.

Vania recebeu em 2016 o diagnóstico de câncer de mama. Fez mastectomia, mas depois apareceram três tumores no cérebro, seguidos de tumores nas costas e na medula.

Dedicação

Antes de adoecer, Vania dividia a rotina entre os cuidados com a família, o trabalho como professora em uma escola de educação infantil e os estudos.

“Em todo o tempo livre que tinha estava no computador, estudando, pesquisando e debatendo com os colegas. Quando tirava um 9 em uma disciplina, ficava revoltada, tentava entender por que não havia tirado um 10”, relatou o marido.

Antecipação da formatura

A formatura da turma de Vania será na próxima sexta-feira (6), mas depois que o estado de saúde dela se agravou a família pediu a antecipação da cerimônia.

“A reitora da universidade se dispôs a vir ao hospital, fazer a colação e entregar o diploma. O hospital também autorizou o protocolo. Foi muito emocionante”, contou o marido.

Quatro amigas de Vania que vão se formar na próxima sexta também participaram.

“Nossos filhos, Guilherme e Amanda, de 23 e 16 anos, dois casais de amigos, que se revezam nos cuidados com ela no hospital também foram convidados”, disse Carlos.

“Com certeza foi um momento único e muito emocionante. Enquanto instituição, precisamos estar presentes e auxiliar nossos acadêmicos até o último ato institucional, que é a colação do grau. No caso da acadêmica, a colação, infelizmente, não pode acontecer com a sua turma, mas nem por isso deixou de ter um grande significado”, disse a coordenadora da Uniasselvi de Blumenau, Glausuara Marchetti.

G1