X

Notícias

Mulher em coma passa por cesárea de emergência e dá à luz menino, no PR

Notícias, Saúde
-
30/10/2017 17:14

Bebê pesa cerca de dois quilos e passa bem, conforme foi informado nesta segunda-feira. Mulher foi internada após acidente de carro

Foto: Reprodução G1
Legenda da foto

A grávida de 24 anos, que ficou gravemente ferida em um acidente na PR 151, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, passou por uma cesárea de emergência. O bebê Miguel teve uma parada respiratória logo depois de nascer, mas foi reanimado pelos médicos.

Ele pesa cerca de dois quilos e passa bem, conforme foi informado nesta segunda-feira, 30.

A mulher, que no acidente teve traumatismo craniano, está em coma induzido. Ela está internada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Universitário (HU) Regional de Ponta Grossa.

Como a mãe teve uma grande variação de pressão arterial na noite de sábado, 28, a equipe médica de plantão decidiu fazer o parto. Ela segue se recuperando e não tem previsão de alta.

“Foi uma necessidade. Nós estávamos preparados para qualquer momento, isso poderia acontecer, porque o estado materno era um estado crítico, estar na UTI, e a questão fetal: uma gestação prematura de 32, 33 semanas, que também exige do organismo materno. Então, essa sobrecarga, essa situação, que estava acontecendo, coloca em risco imediato de morte a mãe e o óbito intrauterino, ou seja, a perda do bebê”, explicou o chefe obstétrico do HU, Severino Orsatto.

O bebê deve continuar internado por, pelo menos, um mês para ganhar peso e se desenvolver melhor. Ele nasceu com oito meses.

“Na hora do nascimento, como a mãe estava na UTI, ela estava em sedação pelo quadro grave dela, o neném na hora que nasce não responde adequadamente como um neném normal na hora do nascimento. Então, ele já nasceu hipotônico, ele não chorou no momento do nascimento. Então, na hora do nascimento a gente concentrou as atenções para a estabilização. Conseguimos fazer a reestabilização. Ele se manteve estável e foi encaminhado para a UTI”, disse a coordenadora da clínica obstétrica Regiane Hoeldtke.

O acidente

O acidente aconteceu na quarta, 25, na PR-151, no trevo que dá acesso à Avenida Monteiro Lobato.

Ela e mais três pessoas da família estavam no veículo envolvido no acidente. O carro foi atingido por um caminhão.

Um homem e uma mulher, ambos de 52 anos, estavam no carro e morreram na hora. Outro homem, de 32 anos, também está internado.

Na quinta-feira, 26, o hospital havia informado que, se o quadro de saúde da grávida não evoluísse, poderia ser necessário o procedimento – inédito no HU, inaugurado há sete anos.

G1