X

Notícias

Mulher que confessou ter matado menino de 6 anos desviava dinheiro de benefícios sociais da família dele, diz delegado

Notícias
-
26/08/2017 18:11

Ela confessou o homicídio e foi presa na sexta-feira, 25

Foto: Reprodução
Legenda da foto

Mulher suspeita de matar um menino de seis anos em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba, desviava dinheiro de benefícios sociais da família da criança, de acordo com a Polícia Civil.

O delegado responsável pelo caso, Tito Lívio Barrichello, explicou que a mulher usava o cartão de benefícios sociais para sacar o dinheiro para ela. A suspeita fazia isso há, pelo menos, um ano, ainda conforme o delegado.

O desvio foi, conforme o delegado, um dos motivos que gerou a discórdia entre a suspeita e a família da criança. Aos investigadores, ela alegou que matou o garoto depois de desavenças com mãe dele.

Segundo o delegado, a mulher disse ter cometido o crime por vingança e ódio da mãe do menino. Ele afirmou que a suspeita é uma pessoa fria e não demonstrou arrependimento. Tito Lívio Barrichello ainda contou que a mulher relatou que pretendia matar a mãe do garoto, mas, acabou tirando a vida dele.

Em depoimento à polícia, ela confessou que o marido ajudou a matar a criança. O homem de 36 anos também foi preso. Ele já tinha passagem pela polícia pelo estupro da própria filha.

Os dois devem responder por homicídio triplicamente qualificado. A mulher ainda pode ser processada por estelionato, já que desviava o dinheiro dos benefícios. Nenhum dos dois têm advogado.

O crime

A suspeita cuidava do menino quando a mãe dele ia trabalhar. Ela afirmou que agrediu a criança com pedradas e usou o fio de uma enceradeira para enforcá-la, conforme informações da polícia.

A mala com o corpo foi encontrada dentro de um forno, na casa em que a mulher mora. A mãe da suspeita contou que a residência foi depredada.

G1/Fronteira Online