X

Notícias

No Sudoeste Hospital Regional terá mais 39 leitos em 2018

Notícias, Saúde
-
20/01/2018 15:40

Melhorias

AEN
Legenda da foto

Uma boa notícia para os 27 municípios da 8ª Regional de Saúde: ainda neste primeiro semestre de 2018, o Hospital Regional de Francisco Beltrão terá mais leitos.

Serão mais 34 leitos cirúrgicos (atualmente são 115) e cinco leitos de UCI neonatal – totalizando 39. Estas Unidades de Cuidado Intermediário são “uma grande conquista”, na definição da diretora do HR, enfermeira Nádia Zanella.
Hoje o HR  tem dez UTIs neonatal, “que estão praticamente sempre ocupadas”, assinala Nádia.
Acontece que muitas vezes os bebês que já estão numa situação melhor, e que poderiam ir para outros espaços, liberando o leito da UTI neonatal, não são deslocados porque não há para onde ir.
“As UCIs permitirão um cuidado intermediário para os bebês”, reforça Nádia.
Ela comenta também que às vezes acontece de esses leitos estarem lotados, daí os bebês têm de ser deslocados para outros hospitais. “Isto é um transtorno para a família também; ontem [quinta-feira], o helicóptero da Secretaria da Saúde esteve aqui duas vezes para levar dois bebês”, informou.

Planejamento
“Essas conquistas são resultados de um intenso debate que envolveu a 8ª Regional de Saúde, a ARSS [Associação Regional de Saúde do Sudoeste], a Comissão de Saúde da Amsop [Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná], o Governo do Estado, tudo foi bem planejado”, contextualizou Nádia. Ela garante que há espaço no HR para acolher os novos leitos. “Faremos pequenas adequações, sem problemas”, pontuou.
Com o passar do tempo, o HR assumirá todo “trauma” (os acidentes) dos 27 municípios da 8ª Regional, atendendo urgência e emergência. A expectativa é pela contratação de mais de 100 profissionais. “O ano de 2017 foi de muito planejamento, agora em 2018 é hora de acontecer”, concluiu Nádia.
O balanço dos atendimento do HR mostra um aumento na relação entre 2016 e 2017 (confira na tabela publicada acima). Por exemplo, em números arredondados, a emergência subiu de 6 mil para 8 mil; as cirurgias, de 3 mil para 4 mil; a taxa de ocupação, de 60% para 90%, etc.

Novo hospital
Em 2 de fevereiro, a assembleia da ARSS vai debater sobre o projeto político de construção de um novo hospital, para atender os municípios da 8ª Regional de Saúde. A ideia seria que fosse erguido na região da Água Branca, com recursos estaduais e de emendas de deputados federais.

TAROBÁNEWS