X

Notícias

Novo vídeo mostra brasileiros constrangendo mulheres na Rússia

Internacional, Notícias
-
20/06/2018 10:52

Um deles, Felipe Wilson, pede para que grupo de mulheres repita frase obscena. Latam diz que ele é colaborador da empresa; companhia informou estar apurando os fatos

Foto: Reprodução
Legenda da foto

Um novo vídeo divulgado em redes sociais mostra ao menos três brasileiros constrangendo mulheres durante a Copa do Mundo na Rússia. Em um trecho, um deles aparece pedindo para estrangeiras repetirem a frase: “Eu quero dar a… para vocês”.

O turista que aparece no vídeo é Felipe Wilson, que trabalha na Latam, no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo. O G1 não localizou o rapaz.

Em nota, a companhia aérea diz que segue “apurando os fatos”, e que repudia “veementemente qualquer tipo de ofensa e prática discriminatória”. “Reforçamos que qualquer opinião que contrarie o respeito não reflete os valores e os princípios da empresa.”

Revolta

Vídeos em que mulheres são constrangidas ao repetirem palavras ofensivas em idiomas que não conhecem na Copa vêm gerando polêmica.

O caso que gerou maior repercussão no país envolve um grupo de brasileiros que, sob o pretexto de ensinar cantos de torcida, fez com que uma jovem repetisse palavras que remetem ao órgão sexual feminino. Ela sorri e repete animada.

Três dos integrantes do grupo que aparece no vídeo já tiveram seus nomes revelados: Luciano Gil Mendes Coelho, ex-membro do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí (Crea-PI); Diego Jatobá, advogado e ex-secretário de Turismo de Ipojuca (PE); e Eduardo Nunes, tenente da Polícia Militar em Lages, Santa Catarina.

Dos três, apenas Coelho se pronunciou até a publicação desta reportagem. “Já pedi desculpas a todas as mulheres. Todos nós somos seres humanos e erramos”, disse ao G1 nesta terça, 19.

Novo vídeo mostra brasileiros constrangendo mulheres na Rússia

MAIS UMNovo vídeo mostra brasileiros constrangendo mulheres na RússiaMais detalhes, acesse: https://goo.gl/1SfNqP

Publicado por Fronteira Online em Quarta-feira, 20 de junho de 2018

G1