X

Notícias

Oito jogos, cinco derrotas: Grêmio despenca em pior início de segundo turno na Série A

Esportes, Nacional
-
13/10/2017 08:36

Desde que Brasileirão passou a ser disputado em pontos corridos, Tricolor não tinha rendimento tão inferior nas primeiras rodadas do returno. Aproveitamento é de apenas 29%

Renato Gaúcho tenta encontrar uma forma de melhorar rendimento no Grêmio (Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio)
Legenda da foto

A busca pelo título do Brasileirão ficou “quase impossível” nas palavras do técnico Renato Gaúcho. Muito se deve aos resultados do Grêmio no segundo turno da competição. Nas oito rodadas até o momento, o Tricolor tem o pior aproveitamento da sua história na disputa dos pontos corridos com 20 clubes (veja na tabela abaixo).

A sequência deste início de returno envolve duas vitórias, sobre Fluminense e Sport, empates com o Atlético-PR e cinco derrotas: Cruzeiro, Bahia, Chapecoense, Vasco e Botafogo. O aproveitamento é de 29,1%, quando em outros momentos no Brasileirão chegou a mais de 70%. Os sete pontos lhe rendem a 17ª campanha entre os 20 clubes da Série A.

No ano passado, a série negativa foi semelhante, quando teve rendimento de 33% no mesmo período. O Tricolor teve dois triunfos, duas igualdades e quatro reveses. Naquela época, o técnico Roger Machado foi sacado para a entrada de Renato. Já sob o novo comando, os gremistas encerraram um jejum de sete partidas com vitória sobre a Chapecoense.

Returnos do Grêmio desde 2006

BrasileirãoResultadosAproveitamento
20172 vitórias, 1 empate e 5 derrotas29,16%
20162 vitórias, 2 empates e 4 derrotas33,33%
20153 vitórias, 3 empates e 2 derrotas50%
20144 vitórias, 3 empates e 1 derrota62,5%
20134 vitórias, 2 empates e 2 derrotas58,33%
20123 vitórias, 4 empates e 1 derrota54,16%
20115 vitórias e 3 derrotas62,5%
20106 vitórias, 1 empate e 1 derrota79,16%
20093 vitórias, 3 empates e 2 derrotas50%
20082 vitórias, 3 empates e 3 derrotas37,5%
20075 vitórias, 1 empates e 2 derrota66,66%
20066 vitórias, 1 empate e 1 derrota79,16%

– Todos os jogadores assumem os erros, estão conscientes que não viemos fazendo um bom papel no Brasileiro neste segundo turno. Mas não podemos nos lamentar, temos um jogo logo em seguida para tentar vencer. Temos que tentar esquecer o que passou, o futebol bonito, e pensar em resultados, em vitórias. Seja na raça, de cabeça, do jeito que for. Com isso, acho que o astral e o ânimo vão estar lá em cima de novo – analisou o lateral-direito Edílson.

O momento gremista será alvo de cobrança nesta sexta-feira. Renato marcou uma reunião para conversar com os jogadores e falar sobre o foco do elenco. No mínimo, o Grêmio tem como objetivo concluir o Brasileiro entre os quatro primeiros para pelo menos estar na fase de grupos da Libertadores na próxima temporada, caso não consiga o título neste ano.

Com os resultados da 27ª rodada, o Grêmio caiu para a quarta colocação, embora o Cruzeiro, em terceiro, tenha uma partida a mais. Como o Palmeiras empatou com o Bahia, o Tricolor se manteve com uma distância de dois pontos para o Verdão. As reiteradas lesões no elenco prejudicaram o rendimento, mas, aos poucos, Renato começa a receber melhores notícias do departamento médico. Na quinta-feira, Ramiro voltou a treinar e pode ficar à disposição do jogo contra o Coritiba, no domingo.

– Tivemos um momento no campeonato com os jogadores à disposição e alternativas de qualidade. Sofremos lesões. Isso quebra o ritmo do time. Quando retornam, não estão com o mesmo ritmo. Tivemos uma sequência de muitos jogadores importantes fora. Perdemos aquele conjunto. Precisamos recuperar o máximo possível a condição física e mobilizar o grupo para o objetivo que temos – diz o vice de futebol Odorico Roman.

Já a primeira partida da semifinal da Libertadores ocorre no próximo dia 25, em Guayaquil, contra o Barcelona. Até lá, são três jogos no Brasileirão para encerrar esta sequência ruim de resultados e se recolocar entre os primeiros. A começar pelo Coxa, às 19h de domingo, no Couto Pereira.

GE