X

Notícias

‘Pantera Negra’ bate recordes em bilheterias pelo mundo

Dicas, Entretenimento
-
21/02/2018 15:10

Filme da Marvel deve seguir com bons números e ainda não estreou nos lucrativos mercados chinês e japonês

Chadwick Boseman e Michael B. Jordan em cena de 'Pantera Negra' (Foto: Divulgação)
Legenda da foto

As projeções se cumpriram: “Pantera Negra”, o primeiro filme da Marvel dedicado a um super-herói negro, pulverizou a bilheteria americana em seu fim de semana de estreia, com um recorde de arrecadação de US$ 242,2 milhões.

Este montante foi obtido no fim de semana prolongado pelo feriado do Dia dos Presidentes nos Estados Unidos, celebrado na segunda-feira, segundo cifras consolidadas da empresa especializada Exhibitor Relations, que destacou uma bilheteria de US$ 202 milhões entre sexta e domingo, superando as projeções.

Com os US$ 40,2 milhões de segunda-feira, o filme foi o recordista neste feriado, superando os US$ 152,1 milhões obtidos em 2016 com “Deadpool”.

O filme somou, ainda, US$ 184,6 milhões fora dos Estados Unidos e do Canadá. No Brasil, arrecadou US$ 10,6 milhões e no México, US$ 10,1 milhões.

E ele ainda não estreou nos lucrativos mercados chinês e japonês.

No total, “Pantera Negra” – dirigido por Ryan Coogler, soma US$ 426,6 milhões em bilheteria, mais que outros filmes da Marvel, como “Capitão América, o primeiro vingador” (2011) e “Hulk: o homem incrível” (2008) somaram em todo o tempo em que ficaram em cartaz.

O filme da Marvel Studios – de propriedade da Disney – conta com um elenco composto quase totalmente por atores negros.

Chadwick Boseman (“Message from the King”, “Marshall”) interpreta o Pantera Negra, também conhecido como T’Challa, rei e protetor da fictícia Wakanda, que é um personagem em si mesmo porque desafia também o estereótipo dos pasies africanos: esta é a utopia de uma nação rica, nunca antes colonizada e que estuda receber refugiados de regiões mais pobres.

Destacam-se no elenco os americanos Michael B. Jordan, Danai Gurira, Angela Bassett e Forest Whitaker; os ingleses Daniel Kaluuya – de ascendência ugandense – e Letitia Wright – que cresceu na Guiana -, e a mexicana-queniana Lupita Nyong’o.

Entre seus muitos feitos, a produção chama atenção por ser a segunda maior estreia em um fim de semana prolongado, atrás de “Guerra nas Estrelas: o despertar da força” (US$ 288,1 milhões) e à frente do mais recente filme da franquia, “Os últimos Jedi” (US$ 241,6 milhões).

G1