X

Notícias

Polícia começa trabalho de reforço de segurança na divisa do ES com o RJ

Geral, Notícias, Segurança
-
22/02/2018 11:29

A previsão inicial é de dois meses de trabalho intenso, mas o prazo pode se estender por quanto tempo for necessário

Polícia reforça segurança na divisa do Espírito Santo (Foto: Matheus Martins/ TV Gazeta)
Legenda da foto

O reforço da segurança na divisa do Espírito Santo com o Rio de Janeiro começou nesta quinta-feira, 22. Policiais rodoviários federais, civis e militares foram deslocados para fazer a fiscalização no Sul do estado.

O secretário de Segurança Pública do Espírito Santo, André Garcia, afirmou que todos os 198 km de divisa com o Rio de Janeiro e Minas Gerais serão monitorados. A previsão inicial é de dois meses de trabalho intenso, mas o prazo pode se estender por quanto tempo for necessário.

Para o reforço, bloqueios serão feitos pela polícia em oito pontos do estado, sendo que a BR-101 foi o único relevado pelo secretário. Os demais não serão mencionados, por tratar-se de trabalho de inteligência policial. O monitoramento vai ser feito por helicópteros, drones e viaturas.

Entre os municípios de Apiacá, no Espírito Santo, e Bom Jesus do Norte, no Rio de Janeiro, os policiais já começaram a fazer abordagens.

“A operação começa hoje sem prazo para terminar. Nossa intenção é a busca de drogas, armas e pessoas com mandado de prisão em aberto. A princípio, faremos as abordagens aos veículos com fundada suspeita, de todas as modalidades”, falou o tenente Morotti, da Companhia Independente de Missões Especiais.

A reportagem da TV Gazeta sobrevoou a divisa do Espírito Santo com o Rio de Janeiro no helicóptero da Polícia Militar. Veja o vídeo abaixo:

Além do helicóptero, três drones participam do monitoramento. A aeronave tem comunicação com as equipes que estão em terra e vai enviar imagens para os policiais que estarão na estrada.

Reforço de segurança

O plano foi anunciado após o decreto de intervenção federal na Segurança Pública no estado do Rio de Janeiro, assinado pelo presidente Michel Temer na sexta-feira, 16, no Palácio do Planalto.

No fim da noite desta terça-feira, 20, o decreto foi aprovado no Senado, por 55 votos a 13 (1 abstenção). A publicação vai ser feita no “Diário Oficial da União”.

André Garcia destacou que serão empregados de 130 a 140 policiais civis e militares por dia, além de outros 20 policiais rodoviários federais. O reforço nas divisas vai ter um custo total de R$ 2,5 milhões.

“É um plano de prevenção. Não há, hoje, nenhum indício que aponte para a migração de criminosos para o nosso estado. Essa é uma iniciativa que leva em consideração uma possibilidade eventual”, disse.

Reunião

O secretário destacou que vai a São Paulo se reunir com o Ministro da Justiça e solicitar o retorno ao Espírito Santo de policiais rodoviários federais emprestados ao Rio de Janeiro.

Além disso, Garcia disse que vai pedir que seja feito um protocolo que funcione como um canal de informações em tempo real de inteligência dos estados do Sudeste, para monitorar os oito pontos de bloqueio.

G1