X

Notícias

Policial Militar morre atropelado por viatura em Chapecó

Notícias, Policial
-
23/10/2016 12:05

Acidente ocorreu na madrugada deste domingo

Legenda da foto

O Policial Militar, Cb. Daniel Leite, não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo após ser atropelado. O acidente ocorreu na madrugada deste domingo, 23, por volta de 00h15. Coincidentemente há pouco mais de dois anos, o mesmo policial tinha salvado a vida de uma criança que estava morrendo afogada.

ReproduçãoConforme divulgado nas redes sociais, “Era em torno de 00h15, da quarta-feira,04, de abril de 2014, quando o Soldado PM Daniel, de 31 anos, estava de plantão na recepção do 9º Grupo de Polícia Militar Rodoviária no município de Bom Jesus (SC), percebeu a chegada de um veículo em alta velocidade, o qual parou ao adentrar no pátio do posto rodoviário, e de imediato uma mulher com uma criança nos braços veio de encontro ao policial e aos prantos lhe disse “salve minha filha ela está morrendo, faça alguma coisa”.

A mulher jogou a criança nos braços do Soldado PM Daniel, que percebeu que a criança estava toda “mole”, com cor pálida e o rosto estava com tom de cor roxa. Ao verificar a respiração e os batimentos cardíacos não percebeu nenhum sinal, de imediato ele iniciou o procedimento de reanimação e instantes após a criança tossiu, voltando a respirar.

Mesmo não tendo capacitação e formação nos procedimentos de primeiros socorros, o Soldado PM Daniel, não mediu esforços em salvar a vida da pequena Isabeli de apenas 2 anos, com profissionalismo e dedicação pondo em prática uma das missões do Policial Militar, a de salvar vidas. Após a criança estar respirando normalmente, foi acionado o corpo de bombeiros para condução ao Hospital Regional de Xanxerê, para que a pequena Isabeli, passasse por uma avaliação médica do seu estado de saúde.

Divulgação PRFLamentavelmente o mesmo policial que salvou a vida de uma criança há dois anos atrás, na madrugada deste domingo, 23, coincidentemente no mesmo horário, 00h15, perdeu a vida em serviço.

O CB PM Daniel Leite, estava realizando a abordagem de um veículo na via principal na altura do km 130,5 da BR 480, em Chapecó, juntamente com outro colega, quando perceberam que outra viatura da Polícia Militar fazia acompanhamento tático pela via lateral na tentativa de abordar uma motocicleta. No intuito de auxiliar na abordagem da motocicleta os policiais se deslocaram ao lado na via lateral, no entanto a motocicleta desviou dos policiais, o condutor da viatura que vinha logo em seguida não conseguiu desviar do colega que estava no meio da pista, e acabou atropelando o mesmo que veio a óbito no local.Divulgação PRF

Segundo a equipe do Corpo de Bombeiros ao chegar ao local, a vítima encontrava-se em decúbito lateral esquerdo na via pública. Ele apresentava traumatismo craniano, pupila dilatada e ausência de sinais vitais. Após avaliação foi deixado aos cuidados da Policia Militar e o Instituto Geral de Pericias (IGP), para os procedimentos.

O Comando Geral da PMSC emitiu uma nota de pesar pelo falecimento do Cb. Daniel

O Comando-Geral da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) informa, com pesar, o falecimento do cabo Daniel Leite, ocorrido na madrugada deste domingo, 23 de outubro 2016, na cidade de Chapecó, durante atendimento de ocorrência policial.
O cabo Daniel Leite nasceu em Chapecó (SC), no dia 16 de outubro de 1985. Filho da senhora Terezinha de Almeida Leite e Dercy Leite, casado com Aline de Costa, pai de Victor Daniel Leite, de 11 anos. Incorporou nas fileiras da Polícia Militar de Santa Catarina no dia 16 de janeiro de 2006. Concluiu o curso de cabo em 28 de abril de 2015.
Exerceu suas atividades profissionais no 2º Batalhão de Polícia Militar, onde compunha o efetivo de radiopatrulha da unidade.
Excelente profissional, estava no comportamento excepcional, com 24 elogios em ficha. Tais consagrações demonstram a grandeza deste cabo da Polícia Militar e a competência com a qual realizava suas funções.
O velório acontece na Igreja do Evangelho Quadrangular – Cadeia da Prece, na Rua Augusta Müller Bohner, Bairro Passo dos Fortes. A cerimônia ecumênica será às 15h30, posterior o corpo será sepultado no Cemitério Jardim do Éden.
“Jamais sejam por nós esquecidos.” 

Fronteira Online

Reprodução