X

Notícias

Renato lamenta queda do Grêmio nos pênaltis: “Treinamos todos os dias”

Esportes, Nacional
-
24/08/2017 09:35

Técnico admite tristeza com eliminação na Copa do Brasil, mas garante que recuperará moral do grupo para restante da temporada

Renato entende que time tem condições de lutar no Brasileirão e Libertadores (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)
Legenda da foto

A dor está latente. Afinal, o Grêmio acabou eliminado da Copa do Brasil após levar 3 a 2 nos pênaltis do Cruzeiro na noite desta quarta-feira. No tempo normal, derrota por 1 a 0. Porém, a incapacidade em converter as penalidades não decorreu da falta de preocupação. O técnico Renato Gaúcho garante que houve atenção às cobranças, com trabalhos ao longo da semana.

O treinador acredita que a partida foi equilibrada. Em um duelo no qual prevaleceu o estudo, poucas oportunidades apareceram para ambas as equipes. E, para Renato, o Tricolor pouco era incomodado até Hudson marcar o único gol da partida.

– O jogo foi de poucas chances de ambos os lados. Tivemos uma chance clara no início do jogo. Depois, quase não houve oportunidades. O jogo estava controlado até tomarmos o gol de cabeça – resumiu o comandante.

Nas cobranças, o time sucumbiu. Everton, Edílson e Luan desperdiçaram, o que culminou com a queda no torneio nacional. Ainda mais por já ter caído em outra competição nos pênaltis, como ocorreu no Gauchão para o Novo Hamburgo, também nas semifinais. Entretanto, Renato afirmou que o grupo trabalhou o fundamento para o confronto do Mineirão. E não só para o duelo com os comandados de Mano Menezes.

“É um erro muito grande, mas treinamos. Todos os dias. Muitos jogadores batem. Infelizmente, saímos de uma grande competição, que é a Copa do Brasil, nos pênaltis. Assim como ocorreu no Gauchão. Não foi por falta de treinamento. Eles treinam bastante. E vários treinam”.

O técnico manteve o discurso honesto. Admitiu a frustração pela saída do torneio. Porém, pediu crédito ao torcedor pelo desempenho da equipe na temporada. Confiante, acredita que recuperará a moral do grupo para seguir vivo na luta pelos títulos do Brasileirão e Libertadores.

– Ficamos tristes como o torcedor. Sabíamos o quanto era importante chegar à final. Mas o torcedor precisa ter orgulho deste grupo. A vida segue. Temos mais duas competições. Levantaremos a cabeça para continuar o trabalho. Está muito bom. Faz parte ser eliminado. Você não pode ganhar tudo – concluiu.

Com o resultado, o Grêmio está eliminado da Copa do Brasil. Agora volta a concentrar forças na Primeira Liga. E pega justamente a Raposa. Na quarta-feira, às 21h45, ambos se enfrentam, mais uma vez, no Mineirão, em duelo válido pelas quartas de final da competição.

GE