X

Notícias

Sem Luan, Grêmio pode ter Maicon e Fernandinho contra o Vitória

Esportes, Nacional
-
19/07/2017 11:20

Time altera estratégia e poupa apenas titulares pontuais no Brasileirão, diferente de outros jogos

Maicon e Jailson podem formar dupla ou brigar por vaga (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)
Legenda da foto

A lista de relacionados do Grêmio para o duelo com o Vitória, nesta quarta-feira, no Barradão, trouxe surpresas. As ausências de Luan e Michel não eram esperadas. Mas mostram uma preocupação do Tricolor já com a sequência que se avizinha e também uma mudança de planejamento em relação a este mesmo Brasileirão, sem poupar todos os titulares. Sem a dupla, Renato tem uma série de opções para formatar a equipe.

Contra Sport e Palmeiras, às vésperas de jogos decisivos de mata-mata, por exemplo, a decisão foi de retirar todos os titulares da viagem. Agora, foram pinçados Luan, desgastado, e Michel, com virose. A tendência é pelo uso de titulares, embora Renato tenha relacionado outros 11 jogadores, que poderiam formar uma equipe alternativa se essa for a escolha do comandante.

– Quem muito quer, nada tem. Se insistirmos em colocar só uma equipe, perderemos muitos jogadores e erraremos o planejamento. Do presidente ao roupeiro, queremos as três competições. Se vamos conseguir uma, duas, três ou nenhuma, não sei, mas o Grêmio terá entrega total. Queremos continuar vivos em todas enquanto tivermos chances. Não pense que não estamos a fim. Queremos seguir vivos em tudo – disse Renato após a vitória sobre a Ponte Preta.

São duas vagas a se preencher. Uma delas, fica entre Maicon e Jailson. Apesar do tempo fora de ação, Maicon conta com a confiança de Renato. Era o capitão antes da série de lesões. No entanto, este problema, justamente, pode fazer a escolha ser por Jailson, com mais ritmo de jogo. A dúvida entre os dois, porém, pouco muda em relação ao posicionamento do time, embora ambos com características distintas.

Para a vaga de Luan, por outro lado, se abrem mais possibilidades, com as peças se reorganizando no tabuleiro. Confira abaixo as opções de Renato:

Fernandinho

O atacante, espécie de 12º jogador do Tricolor, aparece como favorito para ganhar a vaga. Sua entrada, como ocorreu no intervalo da vitória por 3 a 1 sobre a Ponte, empurra Ramiro para jogar como volante, ao lado de Maicon ou Jailson. Arthur, em qualquer uma das opções, avança e vira o meia central, atrás do centroavante Lucas Barrios. É a opção que deixa a equipe mais próxima de ter todos dentro de suas funções, embora com mudanças em Ramiro e Arthur.

Jailson

A entrada do volante pode acontecer mesmo ao lado de Maicon. Ambos formam a dupla de volantes nesta hipótese, com Ramiro na ponta direita, Arthur como meia e Pedro Rocha pelo lado esquerdo. É uma alternativa mais encorpada para um jogo fora de casa, com quatro jogadores de intensidade na marcação – Jailson, Maicon, Ramiro e Arthur, mesmo que com característica de jogar quando com a bola.

Everton

A entrada do atacante dá duas possibilidades para Renato formatar o time. A primeira é com Arthur ao lado de Maicon, Ramiro aberto pelo lado direito e Pedro Rocha na mesma função, mas pela esquerda. Everton, assim, joga como atacante ao lado de Barrios. No entanto, ele não tem a mesma característica de ditar o ritmo do time como Luan.

A outra opção é com Everton também no time, mas pelo lado direito. Embora não seja escalado costumeiramente por ali, pode atuar aberto, com Ramiro como volante ao lado de Maicon, Arthur como meia central e Pedro Rocha na esquerda.

Marcelo oliveira

Menos provável entre as opções, a entrada do lateral-esquerdo mexe também na defesa. Como foi no duelo com a Ponte Preta, Cortez passa para o meio-campo nesta formatação, aberto pela esquerda. Arthur fica pelo meio, com Ramiro ao lado de Maicon ou Jailson e Pedro Rocha vai para o lado direito.

O camisa 26 também tem experiência de jogar no meio-campo. O que dá também a alternativa de uma mudança de esquema, com Maicon centralizado e Oliveira e Ramiro ao seu lado, pela esquerda e direita, respectivamente. Arthur mais avançado e um ataque com Lucas Barrios e Pedro Rocha mais pela faixa central.

Lima

O azarão na corrida por uma vaga é o meia Lima. Jovem das categorias de base, foi bem no coletivo realizado contra o time reserva nesta segunda. No entanto, entrou durante os dois jogos do time reserva e tem apenas três partidas disputadas no Tricolor. Por outro lado, tem ritmo de jogo por ter participado da campanha do time de transição durante a terceira divisão gaúcha.

GE