X

Notícias

Soberano, Hamilton vence nos EUA e fica perto do título. Mercedes é tetra

Esportes, Nacional
-
23/10/2017 10:33

Inglês fatura 62ª vitoria na F1 e abre 66 pontos de vantagem para Vettel, o segundo. Verstappen ultrapassa Kimi no final, mas é punido e perde pódio. Massa fecha em 9º com a Williams

GloboEsporte.com
Legenda da foto

Sebastian Vettel bem que tentou. Fez grande largada saindo de segundo, assumiu a ponta da corrida logo na primeira curva, mas não foi o suficiente. Sobrando durante todo o final de semana, Lewis Hamilton não demorou muito para retomar a primeira colocação, e depois rumou com tranquilidade para vencer o GP dos EUA, selando o 62º triunfo na carreira, nono na temporada. O alemão da Ferrari ainda teve de lutar para ultrapassar Valtteri Bottas no final e, depois de uma ultrapassagem ousada superou o finlandês para terminar em segundo.

Com a vitória, Hamilton chega aos 331 pontos, Vettel vai para 265. Para ser campeão no México na semana que vem, no caso do alemão vencer, o britânico precisa de um quinto lugar. Como? Bom, se Vettel, com seus 265, vencer, chega a 290. Pois bem. Se Hamilton for quinto, ganha 10 pontos, chegando a 341, uma diferença de 51 pontos. Com duas provas restantes depois do México, serão apenas 50 pontos em disputa.

Saindo da 15ª posição no grid, fruto de uma punição (daquelas que deixam todos confusos), Max Verstappen mais uma vez deu um grande show para os fãs da Fórmula 1. Agressivo desde a largada, o holandês deixou o melhor para o final, superando Bottas, e depois Raikkonen na última volta para receber a bandeira quadriculada na terceira colocação. Entretanto, o piloto da RBR #33 acabou punido em cinco segundos pela direção de prova por ter excedido os limites da pista no momento da ultrapassagem derradeira. Com isso, o finlandês da Ferrari assumiu o terceiro posto.

Que não gostou da punição foi Jos Verstappen, pai de Max, que ironizou a FIA no Twitter: “FIA – Assistência Internacional da Ferrari”.

E a lenda Mario Andretti concorda:

– Depois de ver os vídeos, dá para argumentar que o Kimi jogou o Verstappen ali. Melhor ultrapassagem do GP dos EUA. Sinto pena de Verstappen. Você foi roubado.

Mais atrás no grid, disputas intensas entre a dupla da Force India e a Renault de Carlos Sainz Jr. Estreando pelo time francês, o espanhol ex-STR mostrou grande habilidade, se mantendo a todo momento entre os dez primeiros. No final, conseguiu ultrapassar Sergio Pérez, mas empacou atrás do francês Esteban Ocon, terminando em ótima sétima colocação. Felipe Massa também foi bem, travando um duelo com Romain Grosjean, conseguiu superar o piloto da Haas, entrou no Top 10 e ainda conseguiu ultrapassar Kvyat no final para fechar a prova em nono lugar.

A Fórmula 1 volta daqui a uma semana, na Cidade do Méixo, com o GP do México. O primeiro treino livre será no dia 27 de outubro às 13h00 (de Brasília), com transmissão ao vivo do SporTV2. A prova será realizada no domingo, 29 de outubro, às 17h, com transmissão ao vivo do SporTV2 e tempo real do GloboEsporte.com

HAMILTON: “Eu sei muito que você (Usain Bolt) gostaria de pilotar um carro de F1. Posso te dizer que é o melhor sentimento do mundo.”

VETTEL: “No começo, estava parecendo bom, mas logo percebemos que não conseguiríamos manter o mesmo ritmo de Lewis. No geral, não foi o resultado que queríamos.”

RAIKKONEN: “Eu estava desapontado logo após a corrida quando pensei que tinha terminado em quarto. Meu carro esteve ótimo todo o tempo.”

– Mesmo com a punição de cinco segundos pela ultrapassagem sobre Kimi Raikkonen, Max Verstappen foi eleito pelos fãs da F1 como o “piloto do dia”.

Apresentação dos pilotos

Assim como acontece tradicionalmente em categorias americanas como a Fórmula Indy e a Nascar, neste domingo, a Fórmula 1 adotou uma cerimônia diferente pré-corrida. Todos os pilotos foram, individualmente, apresentados pelo famoso locutor Michael Buffer, com direito a uma encarada aos moldes do boxe entre Hamilton e Vettel, com a taça de campeão entre ambos.

Para finalizar, ao melhor estilo Indy 500, Buffer soltou a frase:

Excelente início de Vettel, que largou bem, colocando por dentro para ultrapassar Hamilton na curva 1. O inglês tentou se defender, se aproveitando da posição enquanto líder, fechou o espaço para o rival, mas não conseguiu evitar a ultrapassagem. Mais atrás, disputa ferrenha entre os espanhóis Alonso e Sainz Jr, com o piloto da McLaren tomando à frente do compatriota. Massa, como de costume, largou bem e ultrapassou Pérez para ser o nono.

GE