X

Notícias

Suspeitos de envolvimento em homicídio ocorrido em Palma Sola são presos em operação das Polícias Civil e Militar

Notícias, Policial
-
20/10/2018 10:07

De acordo com as informações da polícia civil, os três presos são investigados pelo homicídio de Junior Nuncio

Legenda da foto

Três homens suspeitos de envolvimento no homicídio ocorrido em Palma Sola, foram presos na última quarta-feira, 17, durante uma operação das polícias civil e militar. Na oportunidade foi dado cumprimento às ordens de prisões temporárias decretadas pelo Poder Judiciário da Comarca de Dionísio Cerqueira.

De acordo com as informações da polícia civil, os três presos são investigados pelo homicídio de Junior Nuncio, ocorrido no dia 14 de outubro de 2018.

Ainda segundo as informações, os suspeitos ja tinham se apresentado na Delegacia de Polícia Civil três dias após o crime, acompanhados de advogado constituído, os jovens com idade entre 19 e 21 anos, permaneceram presos, tendo em vista que as prisões cautelares já haviam sido decretadas pelo Poder Judiciário da Comarca, após manifestação favorável do Ministério Público, por representação da Polícia Civil.

O inquérito policial foi instaurado para apurar a prática do crime de homicídio triplamente qualificado, cujas penas podem chegar a 30 anos de prisão. Ainda, foi instaurado procedimento de Apuração de Ato Infracional, a fim de esclarecer o possível envolvimento de um adolescente, o qual teria aderido à conduta dos demais investigados.

Conforme apontam as investigações, embora estivessem confraternizando juntos momentos antes do fato, a vítima – que contabilizava diversos antecedentes policiais – foi emboscada pelos autores, vindo a sofrer golpes extremamente violentos e cruéis, mesmo quando já não tinha mais condições de oferecer qualquer tipo de defesa.

Além de executada a prisão dos três suspeitos, foram cumpridos diversos mandados de busca e apreensão em endereços vinculados aos investigados, pelo que se enfatiza a relevante colaboração da Polícia Militar desde o momento em que noticiado o delito.

No curso da investigação, foram apreendidos diversos objetos, dentre os quais uma barra de ferro portada pela vítima e posteriormente subtraída pelos autores, além de um veículo utilizado na fuga do local do crime.

Até o presente momento, um quarto investigado é considerado foragido da justiça, pelo que serão continuadas as diligências para sua localização e captura.

Outras circunstâncias do fato permanecem sob sigilo, até o término das investigações.

A Polícia Civil destaca que qualquer conduta violenta, especialmente aquelas de tamanha gravidade, serão sempre e prontamente reprimidas pelos órgãos de persecução penal, não sendo admissível transigência que impeça a manutenção da ordem pública local.

Fronteira Online