X

Notícias

Acordar e se levantar rapidamente à noite pode causar acidente vascular cerebral?

Notícias, Saúde
-
01/12/2017 17:20

Mensagem que circula nas redes sociais alerta para 'lei de um minuto e meio'. Médicos dizem que pressão pode oscilar, mas risco apontado não existe

Foto: G1
Legenda da foto

A pessoa que acorda de repente para urinar e levanta rapidamente da cama pode sofrer um acidente vascular cerebral se não respeitar a ‘lei de um minuto e meio’? Não é verdade.

Um texto com essa informação circula na internet. Ele recomenda às pessoas que acordam à noite para ir ao banheiro respeitar a lei do um minuto e meio para evitar o risco de morte.

O G1 ouviu o diretor de Promoção de Saúde Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), Weimar Sebba Barroso, e o coordenador de Treinamento em Emergências Cardiovasculares da mesma instituição, Sérgio Timerman. Eles afirmam que, embora uma pessoa possa sentir tontura ao se levantar, não existe risco de AVC ou de colocar a vida em risco por causa disso.

“Não existe lei do minuto e meio. O que ocorre muitas vezes é que a pessoa deitada por tempo prolongado (não é necessário estar dormindo ou não) pode apresentar uma lipotímia, ou seja, uma queda de pressão que muitas vezes pode ser até fisiológica, mas que nas pessoas mais idosas pode causar tontura. Essa tontura pode causar uma queda da própria altura. Mas não existe isso de um minuto e meio”, afirma Timerman.

Barroso também diz que à noite há uma tendência de a pressão arterial ficar um pouco mais baixa, até por ser um momento de repouso. Quando essa pessoa se levanta subitamente, realmente pode haver uma queda de pressão, uma diminuição do fluxo de sangue para o cérebro, e isso pode levar a uma síncope, uma perda súbita de consciência. Neste caso, pode haver uma queda ao solo, mas não há nenhuma associação à ocorrência de um AVC.

“Realmente o risco de uma síncope ou uma pré-sincope ao se levantar bruscamente para ir ao banheiro na madrugada existe, principalmente em pessoas mais idosas. É importante esse cuidado de acordar, sentar primeiro, esperar um pouquinho e depois se levantar e se levantar mais lentamente. A gente costuma fazer essa orientação com muita frequência aos nossos pacientes mais idosos”, diz.

No entanto, o médico deixa claro que não existe risco de morte súbita. “O que acontece numa situação como essa é que – e aí é onde não está a verdade – existe uma queda ao solo e a pessoa pode se machucar. Mas quando ela cai (sem se machucar gravemente) há um restabelecimento do fluxo sanguíneo cerebral e ela recupera os sentidos. Isso não aumenta o risco de uma morte súbita ou de acidente vascular cerebral. A verdade está no risco de um desmaio, mas não existe nenhuma verdade na informação de aumento de risco de morte ou de derrame”, afirma.

Veja o que diz a íntegra da mensagem:

“AVISO MUITO IMPORTANTE PARA SUA SAÚDE Para aqueles que acordam à noite para ir ao banheiro. Deve-se ter cuidado com a lei de um minuto e meio, que é cientificamente comprovado “ao acordar de repente” para urinar. Você ja deve ter ouvido que alguém “estava com boa saúde e morreu de noite aparentemente sem nenhum motivo.” Mas ai é que está o engano, o motivo mais provável é que, quando ele acorda para ir ao banheiro, levanta da cama com muita pressa. Neste momento, o cérebro precisa de fluxo sanguíneo, e dormindo o bombeamento sanguíneo é mais lento nas mudanças cardíacas e é quando ele levanta apressado o cérebro não recebe sangue suficiente, causando desmaio e acidente vascular cerebral. Recomenda-se treinar a lei do minuto e meio que pode salvar sua vida. Quando levantar a noite para urinar, você tem que permanecer acordado, deitado por 30 segundos, e depois se sentar na cama por mais 30 segundos, baixando as pernas em movimentos lentos para fora da cama por 30 segundos. Ai, já pode e fazer seu xixi sem nenhum risco de morrer de acidente súbito vascular cerebral, essas recomendações são válidas para todas as idades. Agora que eu já fiz a minha parte, faça a sua compartilhando com seus contatos.”

G1