X

Notícias

Apesar destruição causada por terremoto, circuito do GP do México não sofreu danos

Esportes, F1
-
22/09/2017 10:13

Terremoto de magnitude 7,1 atingiu o país nesta terça-feira, matando mais de 200 pessoas e derrubando cerca de 50 edificações. Piloto mexicano, Sergio Pérez doou R$ 530 mil a campanha

GloboEsporte.com
Legenda da foto

O clima segue de consternação no México, depois de o país ser literalmente abalado por um tremos de magnitude 7,1, que matou mais de 200 pessoas e destruiu cerca de 50 edificações. E apesar de toda a destruição, o palco do GP do México, marcado para 29 de outubro, o Circuito Hermanos Rodríguez, aguentou intacto o choque que causou destruições por diversas partes da cidade, de acordo com um porta-voz do autódrmomo.

– Não há danos no circuito. Ele já foi vistoriado de maneira completa. Assim que voltarem ao trabalho, vamos continuar a montagem para o GP – afirmou um porta-voz do Autódromo Hermanos Rodriguez ao site “MotorSport.com”.

Na manhã desta quarta-feira, o piloto mexicano de Fórmula 1, Sergio Pérez, decidiu iniciar uma campanha para ajudar as vítimas do terremoto em suas redes sociais. O piloto da Force India, que criou a fundação Checo Pérez, se uniu ao principal incentivador da sua carreira, o magnata Carlos Slim, para arrecadar fundos. Para dar o pontapé inicial nas doações, o piloto contribuiu com três milhões de pesos mexicanos – cerca de R$ 530 mil.

GE