X

Notícias

Câmara de Bom Jesus do Sul devolve mais de R$ 300 mil para prefeitura

Notícias, Política
-
14/12/2017 15:51

Dos 6% das receitas do município que correspondem ao orçamento da Câmara, apenas 2,1% foram usados pelos vereadores

Foto: Reprodução
Legenda da foto

Em sessão ordinária realizada na noite de quarta-feira, 13, realizado na Câmara de Vereadores de Bom Jesus do Sul, os edis, fizeram a devolução de uma grande parte do orçamento de 2017 da casa para a prefeitura.

Conforme as informações, foi entregue ao prefeito um cheque simbólico no valor de R$ 348.544,75, valor que foi economizado até o mês de novembro, devendo ainda ser contabilizado os valores do mês de dezembro, podendo chegar ao valor de mais de R$ 400 mil.

Segundo o Executivo, com o aporte extra, o município só tem a ganhar, tendo em vista que é mais dinheiro que será revertido aos munícipes.

De acordo com o prefeito a devolução simbólica por parte da câmara municipal de vereadores de Bom Jesus do Sul, para a prefeitura, é um momento de suma importância para todo o município, e vale destacar também que isso só é possível graças ao entendimento que há entre os poderes executivos e legislativos, onde a câmara é vinculada à prefeitura, sendo assim os gastos para a casa são consideravelmente economizados, podendo retornar em prol dos munícipes.

Ainda de acordo com o prefeito “Os recursos devolvidos não tem uma obra específica para a qual ser destinada, mas retorna ao município através de melhorias nas áreas de educação, saúde, no esporte, assistência social, dentre outras áreas que são beneficiadas trazendo assim, ainda mais conforto e bem estar aos bonjesuenses”, enfatizou Cezar Bueno

Origem do dinheiro

Segundo as informações a devolução dos R$ 348.544,75, é fruto da economia feita pela casa, “Estamos cumprindo nossas obrigações e fazendo nosso papel”, afirmaram os vereadores.

De modo geral, anualmente a Câmara tem utilizado menos dinheiro que o previsto em seu orçamento. Nos últimos anos, pouco mais de 3% dos recursos aos quais o Legislativo teria direito, não foram utilizados e o valor da sobra nos últimos quatro anos ultrapassa à casa dos R$ 1,5 milhões, que foram devolvidos à prefeitura.

Em 21 anos de município, em valores atualizados, já foram economizados aproximadamente R$ 8.000.000,00, o que coloca a Câmara Vereadores, de Bom Jesus do Sul, entre as que mais economizam no País.

Fronteira Online