X

Notícias

CASEP entrará em funcionamento na segunda quinzena de novembro

Notícias
-
28/08/2017 15:22

“Ainda não temos uma data exata definida para a inauguração e entrada em funcionamento, mas será na segunda quinzena de novembro”, afirmou, Leandro Lima

Foto: Luciano Encarnação // Divulgação
Legenda da foto

O Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório – CASEP – de São Miguel do Oeste deve entrar em funcionamento na segunda quinzena do mês de novembro deste ano. A projeção foi feita pelo secretário adjunto de Estado da Justiça e Cidadania, Leandro Antonio Soares Lima, durante visita ao gabinete do prefeito, Wilson Trevisan, no final da tarde de sexta-feira, 25.

O secretário adjunto, que esteve acompanhado do chefe de segurança da Unidade Prisional Avançada de São Miguel do Oeste, Marcio Françosi, também vistoriou as obras do CASEP. De acordo com Lima, a estrutura que entrará em operação no município será a mais moderna e adequada do estado. “E isso só foi possível graças à parceria que mantivemos com a prefeitura. Vários órgãos, entidades e instituições se envolveram, mas foi o Município que teve a maior participação”, analisou.

Leandro Lima informou que o Processo Seletivo para contratação dos profissionais que atuarão no CASEP já foi realizado. São 33 vagas, no total. No dia 11 de setembro, os aprovados iniciarão o treinamento, que será concluído em meados de novembro. “Ainda não temos uma data exata definida para a inauguração e entrada em funcionamento, mas será na segunda quinzena de novembro”, afirmou. O secretário adjunto complementa que, a partir do dia 11 de setembro, quando iniciar o treinamento, já vai haver uma equipe técnica dando os primeiros encaminhamentos para início efetivo dos trabalhos.

O CASEP oferecerá 19 vagas para reabilitação de menores infratores de toda a região, com prioridade para a comarca de São Miguel do Oeste.

O prefeito, Wilson Trevisan, agradeceu a visita e disse que o Município permanece à disposição para o que for necessário. “Esta é uma demanda importante da nossa sociedade, que estamos ajudando a suprir. São várias mãos, trabalhando juntas para viabilizar um projeto que é do interesse de todos”, comentou.

R.Peperi