X

Notícias

Clayson diz não ter visto chute em bandeirinha do São Paulo na comemoração do gol

Esportes, Nacional
-
25/09/2017 09:28

Atacante do Timão faz o gol do empate com o São Paulo e leva cartão amarelo na comemoração

Martín Fernandez
Legenda da foto

O atacante Clayson acabou sendo o personagem do Corinthians no empate em 1 a 1 com o São Paulo, na manhã deste domingo, no Morumbi. Não só por ter feito o gol corintiano, aos 32 do segundo tempo, oito minutos depois de entrar em campo. Mas pela forma como comemorou.

Clayson tirou a camisa e celebrou com os companheiros muito próximo ao setor de torcedores tricolores atrás do banco de reservas. Vale lembrar que, por ser clássico, só havia torcida do time mandante no estádio. Na comemoração, um jogador reserva chutou a bandeirinha de escanteio.

– Me falaram do chute na bandeirinha, eu sinceramente não lembro (risos). Acabei extravasando e tirei a camisa, coisa que normalmente eu não faço. Acho que por ter sido o primeiro gol, né, muita emoção. Não tenho nada contra o São Paulo nem contra ninguém, foi momento de extravasar – disse Clayson.

– Eu estava ansioso pelo gol, fico muito feliz, ainda mais por ter somado um ponto fora de casa – completou.

Vale ressaltar que, durante a comemoração do gol, o volante Gabriel, que estava no banco de reservas (havia sido substituído pelo próprio Clayson), fez gestos obscenos para a torcida do São Paulo.

Sobre a mudança de postura do Corinthians, que foi mal no primeiro tempo, saiu atrás no placar, mas buscou o empate no segundo, Clayson disse:

– Não podemos tirar os méritos do São Paulo. Eles fizeram um primeiro tempo muito bom. Voltamos com postura diferente no segundo, erramos muitos passes. Quem entrou, entrou bem.

Questionado se está merecendo uma vaga no time titular, Clayson respondeu:

– Não, isso a gente deixa para o Carille, ele conhece o grupo que tem na mão. A gente tem de estar preparado. Vou continuar trabalhando forte. Como titular ou no banco, vou estar pronto para ajudar o Corinthians.

GE