X

Notícias

Corinthians abre conversas com agentes em busca de reforços para 2018

Esportes, Nacional
-
30/09/2017 10:02

Fábio Carille admite papos preliminares por contratações a dois meses do fim do Brasileirão

Diretoria do Corinthians se movimenta para planejar 2018 (Foto: Marcos Ribolli)
Legenda da foto

Enquanto os jogadores do Corinthians lutam rodada a rodada pelo título do Campeonato Brasileiro e se preparam para o jogo diante do Cruzeiro, às 16h (de Brasília) deste domingo, no Mineirão, válido pela 26ª rodada, a diretoria trabalha nos bastidores para acelerar o planejamento da próxima temporada.

Em busca de um reserva para Jô, reforço visto como prioridade neste momento, os dirigentes conversam com empresários e iniciam sondagens sobre a situação dos nomes pretendidos para essa e outras posições.

Na sexta-feira, em dia de visita do presidente Roberto de Andrade ao CT Joaquim Grava, o técnico Fábio Carille admitiu que as conversas preliminares neste sentido já começaram.

– É claro que o Corinthians começa a trabalhar, faltam dois meses para o fim do campeonato. Algumas coisas estão acontecendo, conversas, mas muito longe de acontecer algo (definitivo) por enquanto – disse o treinador.

A procura inicial passa por posições identificadas como carentes ao longo do ano e que, por falta de acordos comerciais, acabaram sendo preenchidas com jogadores da base. Confira abaixo:

DEFESA

Para a zaga, o clube tentou nos últimos meses as contratações de Leandro Castán, da Roma, Anderson Martins, hoje no Vasco, e Emerson Santos, que está de malas prontas para trocar o Botafogo pelo Palmeiras. Não houve acordo com nenhum deles. Assim, Pedro Henrique e Léo Santos ganharam oportunidades. A busca por reforços foi retomada.

LATERAL-DIREITO

Outra posição buscada pela direção recentemente foi a lateral direita. Cicinho, do Ludogorets, da Bulgária, quase chegou por empréstimo, mas o acerto naufragou. Léo Príncipe ficou como único reserva de Fagner. O departamento de futebol reiniciou buscas por outro jogador para o setor. Vale lembrar que 2018 será ano de Copa do Mundo, logo, Fagner tem boa chance de ser convocado.

ATACANTE DE VELOCIDADE

Na frente, além de um centroavante, há a necessidade por um jogador de velocidade. Isso porque Clayton, que foi contratado por empréstimo para a posição no início do ano, não vingou e acabou sendo devolvido ao Atlético-MG. O elenco, então, ficou com um nome a menos para essa função. A comissão técnica avalia o retorno de Lucca, que foi emprestado para a Ponte Preta em 2017.

Carille fala na contratação de quatro ou cinco jogadores. Isso se não houver saídas. Procurados em 2017 por clubes de fora do Brasil, o lateral-esquerdo Guilherme Arana, o zagueiro Balbuena e o meia Rodriguinho tiveram propostas recusadas e seguiram no Timão. Caso haja risco de negociações, o clube buscará reposições para não ser pego de surpresa no início do próximo ano.

GE