X

Notícias

Doping de russo é confirmado, e casal do curling perde medalha de bronze

Esportes, Internacional
-
22/02/2018 16:18

Corte Arbitral do Esporte anunciou que Aleksandr Krushelnitskiy de fato testou Meldonium; Noruega herda o terceiro lugar nas duplas mistas

Anastasia Bryzgalova e Aleksandr Krushelnitskiy terão que devolver a medalha de bronze conquistada em PyeongChang (Foto: Ronald Martinez/Getty Images)
Legenda da foto

A Corte Arbitral do Esporte anunciou, já na manhã desta quinta-feira, que Aleksandr Krushelnitskiy e a esposa Anastasia Bryzgalova perderam a medalha de bronze nas duplas mistas no curling dos Jogos de Inverno, em PyeongChang, prova que estreou nesta edição e foi vencida pelos canadenses John Morris e Kaityn Lawes. Após um pedido do Comitê Olímpico Internacional (COI) e da Federação Mundial de Curling (WCF), o CAS confirmou que Alexander testou positivo com Meldonium, desclassificando AOR (Atletas Olímpicos da Rússia).

Com a confirmação de doping e a consequente exclusão de Aleksandr da Olimpíada que está sendo realizada na Coreia do Sul, a dupla da Noruega, formada por Kristin Skaslien e Magnus Nedregotten, herdou a terceira colocação, garantindo o seu lugar no pódio e mais uma medalha para o país.

A delegação dos Atletas Olímpicos da Rússia se posicionou sobre o resultado do exame de Aleksandr Krushelnitskiy. Apesar de afirmar um “pesar profundo”, a nota também levanta suspeitas sobre o ocorrido. O doping acontece em um momento complicado do país no esporte. No fim de 2016, o COI excluiu a Rússia dos Jogos por conta do escândalo de doping que envolve o país. Apenas atletas selecionados pela entidade estão competindo, mas não defendendo a bandeira. Por isso, em casos de medalhas de ouro, os competidores não ouvirão o hino russo. Por isso a denominação “Atletas Olímpicos da Rússia”.

Colocado na lista de substâncias ilegais pela Agência Mundial Antidoping (Wada) em janeiro de 2016, o Meldonium é a mesma substância que tirou Maria Sharapova das quadras por 15 meses. É encontrada em remédios para manutenção da pressão sanguínea e age diretamente em outras doenças ligadas ao coração. Porém, estudos recentes mostraram que pode agir na melhora da performance.

G1