X

Notícias

Estátua intacta de santa é encontrada no fundo do mar na Ilha do Arvoredo

Geral, Notícias
-
15/08/2017 11:12

A imagem mede 40 centímetros e está a cerca de seis metros de profundidade, na reserva biológica, a 17 quilômetros da costa

Nossa Senhora do Sagrado Coração de Maria foi localizada a cerca de seis metros de profundidade (Foto: Cibele Sanches / Bolhas em Foco)
Legenda da foto

A estátua intacta de uma santa no fundo do mar, perto de Florianópolis, está intrigando mergulhadores. E a curiosidade já veio à tona: como a imagem foi parar ali? Será que alguém levou tão a sério essa coisa de ter fé até debaixo d’água e criou um altar em um lugar assim inusitado?

A imagem mede 40 centímetros e está a cerca de seis metros de profundidade, na reserva biológica Ilha do Arvoredo, a 17 quilômetros da costa. Está no meio de duas pedras grandes, que parecem uma gruta natural para a santinha.

Para os católicos, a imagem de Nossa Senhora com vestes brancas, manto azul, auréola dourada e as duas mãos apontando para o coração representa o Sagrado Coração de Maria.

Nas escolas de mergulho de Florianópolis, acostumadas a promover centenas de mergulhos na região, ninguém tem sequer uma pista que leve às respostas. Tudo que a fotógrafa subaquática Cibele Sanches sabe dizer é que em março deste ano alguns mergulhadores começaram a voltar do passeio contando a surpresa. E só.

— Eu não sei dizer como ela apareceu ali, porque ninguém sabe ou quem sabe não conta. Deve ter alguma questão religiosa, porque não deve ter sido uma coisa fácil, não caiu de uma embarcação, ela está bem colocada num ponto estratégico ali — comenta Cibele.

Tem quem fale em promessa. Mas qual? Pode ter a ver com o refúgio que a ilha — alta, grande e com águas calmas — oferece aos navegadores que tentam escapar do vento forte ao passar por aquele ponto do Atlântico. Ou, dívida contraída durante algum momento de apuro na ilha: em 2015, um barco de turismo naufragou deixando 22 passageiros à deriva por mais de meia hora; um ano antes, tripulantes de um barco pesqueiro precisaram ser resgatados por três embarcações de maior porte. Mas são apenas algumas hipóteses, entre tanta especulação.

Estátua pode ser poluição

Se for mesmo uma manifestação de fé, ela pode ser considerada um pecado ambiental. É que a Ilha do Arvoredo é uma das duas únicas reservas marinhas biológicas do Brasil e desde que o decreto foi assinado pelo então presidente José Sarney, na década de 1990, todo o ambiente deve permanecer intocado. O ponto onde a imagem foi fixada está fora da unidade de conservação permanente, mesmo assim, o chefe do ICMBio, Ricardo Castelli Vieira, esclareceu que para colocar qualquer tipo de material no fundo do mar é preciso autorização da Marinha do Brasil:

— O ICMBio também não foi consultado. Se fôssemos, não deixaríamos, porque é uma intervenção que não faz sentido. Não sei exatamente do que se trata, mas posso adiantar que é no mínimo uma poluição visual.

Imagem viajou o oceano até parar no Arvoredo

Na base da imagem, uma minúscula placa dourada traz a inscrição “Sagrado Coração de Maria” e a marca do fabricante. Pela internet, descobrimos se tratar de uma empresa com escritório em São Paulo que importa produtos religiosos da China, mas os vendedores também não têm pistas sobre o comprador.

A santa do Arvoredo não é a primeira a aparecer no fundo do mar. Em 2015, um vídeo viralizou e rendeu boatos mundiais sobre um milagre, mas nada mais era do que uma iniciativa da própria prefeitura de Bien Unido, nas Filipinas. Em 2010, o prefeito daquela cidade mandou construir uma gruta e fixar uma imagem de Nossa Senhora, de 2 metros de altura, para inibir a pesca predatória e atrair turistas mergulhadores.

O Brasil, o país mais católico do mundo, costuma valorizar esse tipo de aparição. A santa considerada padroeira do Brasil leva o título de Nossa Senhora Aparecida justamente por ter “aparecido” nas águas do rio Paraíba, no século XVIII. Ninguém sabe a origem daquela imagem de terracota que foi encontrada, primeiro o corpo, depois a cabeça, por pescadores ao lançarem as redes no rio. Nem importou mais saber, depois que os peixes vieram em abundância. Nada mal se a santa que apareceu na Ilha do Arvoredo também der aquela abençoada na reserva — já são 22 espécies ameaçadas de extinção na região.

Nossa Senhora do Sagrado Coração de Maria foi localizada a cerca de seis metros de profundidade (Foto: Cibele Sanches / Bolhas em Foco)

Nossa Senhora do Sagrado Coração de Maria foi localizada a cerca de seis metros de profundidade (Foto: Cibele Sanches / Bolhas em Foco)

DC