X

Notícias

Família feliz e “anjo” Renato: Cristian estreia no Grêmio após 300 dias sem jogar

Esportes, Nacional
-
30/09/2017 09:23

Volante de 34 anos entrou em campo para uma partida oficial pela última vez em dezembro do ano passado. No domingo, enfrenta o Fluminense em retomada da carreira

Grato ao técnico Renato, Cristian aguarda ansioso a estreia (Foto: Lucas Uebel/ Divulgação Grêmio)
Legenda da foto

Em meados do fim de agosto e início de setembro de 2017, o telefone de Cristian toca em São Paulo, onde o volante do Corinthians leva uma rotina dura para um jogador de futebol. Não entra em campo profissionalmente desde dezembro, disputou apenas um amistoso no começo do ano e treina diariamente no clube. Só treina. Eis que do outro lado da linha é André Zanotta, diretor executivo do Grêmio. O olho brilha, a conversa é breve. O filho de nove anos ouve que o futuro da família está em Porto Alegre e chora. A carreira do pai será retomada em breve, muito por conta de um “anjo” chamado Renato Portaluppi.

No domingo, contra o Fluminense, o volante de 34 anos dará fim a um hiato de 294 dias sem disputar uma partida oficial. Em 11 de dezembro de 2016, atuou pelo Corinthians contra o Cruzeiro, na última rodada do Brasileirão. Ficou fora da lista do Paulistão e reclamou publicamente da forma como o Timão conduziu a situação. Foi o suficiente para ser arquivado.

“Uma estreia sempre dá uma ansiedade maior. É uma situação diferente comigo, porque estava em uma situação muito complicada. Posso falar que foi um anjo que apareceu na minha vida, que se chama Renato Portaluppi”. (Cristian)

Participou de um amistoso com a Ferroviária, em fevereiro, e só. Trabalhava separadamente do grupo principal até o Grêmio lembrar de seu nome após o capitão Maicon passar por cirurgia no tendão de aquiles e ficar fora do restante da temporada. Com o aval do técnico Renato Gaúcho, foi anunciado como reforço até o final do ano no dia 4 de setembro. A felicidade transbordou junto à esposa Camila e aos filhos Ana Beatriz, 10 anos, e Cristian Jr., nove.

– Meus filhos são muito especiais. Desde o dia que houve o contato do Grêmio, foi uma felicidade que não cabe dentro da gente. Meu filho chorou muito. Já veio para cá (Porto Alegre), levei ele no clube, pessoal chamou de Valderrama, deixou bem à vontade. E ele já conhecia Luan, Geromel, Edílson, Léo Moura, Grohe. Foi mais novidade para mim do que para ele. Ver a felicidade deles é a minha – conta Cristian, por meio de sua assessoria de imprensa, ao GloboEsporte.com.

A prova concreta da união da família Baroni é um vídeo gravado espontaneamente pelos pequenos no dia em que o volante foi relacionado pela primeira vez por Renato (veja acima). Ele pediu e viajou com o grupo ao Rio de Janeiro para os jogos contra Vasco, pelo Brasileirão, e Botafogo, pela Libertadores, mesmo sem estar inscrito na competição continental. Com camisas do Grêmio, as crianças cantaram uma música do clube e mandaram beijos. O menino, aliás, foi quem escolheu o número 66 que Cristian passará a usar no Tricolor.

– Meus filhos pediram para a mãe deles para gravar e mostrar para mim quando a gente estava indo para o jogo. Isso mostra o quanto o Grêmio foi importante para minha vida, minha família. A gente só conhece as pessoas quando passa por dificuldades. Foi aí que conheci mais meus filhos, minha esposa. Na hora que mais precisava, eram eles que estavam comigo. Espero contribuir em campo e vê-los felizes – derrete-se Cristian.

Escalado por Renato para o jogo de domingo contra o Fluminense, na Arena, pela 26ª rodada do Brasileirão, o meio-campista nutre uma ansiedade diferente para voltar a atuar. Garante estar à vontade depois de realizar treinos específicos com o preparador físico Rogério Dias, o Rogerinho, que lhe tiraram as dores musculares das atividades com bola. E também não esconde a admiração ao conhecer o novo técnico.

– É uma situação diferente comigo, porque estava em uma situação muito complicada. Posso falar que foi um anjo que apareceu na minha vida, que se chama Renato Portaluppi. É um cara que fala muito com o jogador. Deixa todo mundo à vontade, diferente de todos com quem já trabalhei. Só tinha jogado contra. Agora a favor, é uma pessoa que tem todo o meu respeito, carinho, minha gratidão – exalta.

Antes da partida, porém, o Grêmio treina na manhã deste sábado. Mas a escalação está praticamente definida com: Marcelo Grohe; Léo Moura, Rafael Thyere, Pedro Geromel e Cortez; Cristian, Arthur, Ramiro, Patrick e Everton (Arroyo ou Beto da Silva); Jael (Beto da Silva). O duelo de tricolores está marcado para o domingo, às 16h, na Arena.

GE