X

Notícias

Garoto salvo de raio por cachorro que morreu ganha outro animal: ‘Adorei’

Geral, Notícias
-
31/03/2017 10:57

Adolescente batizou o bicho como Amigo, mesmo nome do antigo cãozinho. No mesmo dia, mas em outro ponto da cidade, mulher morreu ferida por raio

Garoto salvo de raio por cachorro que morreu ganha outro animal (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Legenda da foto

A tristeza de ver o cachorro de estimação morrer após salvá-lo de um raio deu lugar a um grande sorriso no rosto do adolescente Amauri Júnior Bezerra da Silva, de 14 anos. Nesta quinta-feira, 30, quatro dias após o episódio, ocorrido em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, o menino ganhou de presente um novo cãozinho. O nome escolhido foi Amigo, uma homenagem ao antigo animal: “Adorei, [ele é] muito bonito”.

Quem fez o gesto de carinho foi o motorista José Ricardo Martins da Silva. Ele se ausentou por alguns minutos do trabalho para cumprir a missão. Ao fazer a entrega, se sentiu realizado.

“Trouxe esse amiguinho para você e espero que ele te ajude a superar esse trauma que você passou tanto da perda quando do acidente”, desejou, ao entregar Amigo nas mãos do adolescente.

Para Amauri, o novo Amigo vai preencher uma lacuna deixada após a morte do antigo companheiro. “Vai ser um novo herói, como um novo colega. A partir de agora tenho uma responsabilidade de cuidar dele do jeito que ele vai cuidar de mim”, destaca.

Animal salvador
Amauri se feriu no último domingo, 26. Segundo a família, o animal salvou o adolescente do raio. Eles contam que o menino estava chegando em casa quando um raio atingiu o varal e o fio caiu em cima dele. O cão conseguiu puxar o fio a tempo e salvou o menino da descarga, mas não resistiu.

O menino afirma que, depois que levou o choque, só se recorda de acordar já no hospital, onde ficou internado até esta segunda-feira, 27. “Eu desmaiei e só acordei lá na UPA [Unidade de Pronto Atendimento], foi quando eu fui ver que estava machucado, cortado e com o braço queimado”, recordou.

No mesmo dia, em outro ponto da cidade, a operadora de caixa Sheila Borges, de 39 anos, foi atingida por outro raio, mas não resistiu e morreu. Uma amiga disse que ela estava indo tomar banho e havia chegado em casa molhada quando foi ferida.

G1/Fronteira Online