X

Notícias

Homem com suspeita de câncer descobre que ‘tumor’ era brinquedo inalado aos 7 anos

Sem categoria
-
27/09/2017 17:18

Estudo publicado no 'BMJ Case Reports' mostra caso de paciente que teve cone de trânsito de brinquedo preso ao pulmão por 40 anos.

Na imagem, à direita, o objeto encontrado no pulmão do homem. Ele acredita tratar-se de um 'cone de trânsito' (Foto: BMJ Case Reports)
Legenda da foto

Um homem de 47 anos com suspeita de câncer no pulmão acabou descobrindo que, na verdade, a causa de sua tosse insistente era um “cone” de brinquedo preso ao órgão. Após o diagnóstico, ele lembrou ter inalado o objeto aos 7 anos, informa estudo publicado no dia 21 de setembro no “BMJ Case Reports”, revista científica britânica.

“Para o nosso conhecimento, este é o primeiro caso de um ‘corpo estranho’ negligenciado por esse período de tempo”, escrevam os autores no estudo.

Segundo o artigo, o homem era fumante e estava com uma tosse purulenta há aproximadamente um ano. Com o histórico, a suspeita imediata foi de câncer; e, por isso, médicos pediram exame para confirmar o diagnóstico.

Foi feita, então, uma broncoscopia, tipo de exame feito geralmente para a confirmação do diagnóstico do câncer de pulmão que permite a visualização da laringe, traqueia, e bronquios com o paciente sob sedação.

No exame, médicos verificaram que, na verdade, o ‘tumor’ era um objeto rígido de aproximadamente 1 centímetro. Foi aí que o homem lembrou ter ganhado um brinquedo na infância e que o objeto poderia ser um cone de trânsito.

G1