X

Notícias

Iniciativa global incentiva alunos e professores de SC a desenvolverem atividades ao ar livre

Educação, Notícias
-
18/05/2017 15:48

Em Santa Catarina, 35 escolas públicas e privadas participam da ação, com atividades que estimulam as crianças a saírem da sala de aula. Em 2016, mais de 18 mil crianças de 138 escolas brasileiras participaram da ação.

Foto: Escola Marco Inicial
Legenda da foto

Nesta quinta-feira, 18, é realizado o Dia de Aprender Brincando, uma iniciativa global com o objetivo de mobilizar pais e educadores para incentivar a prática de atividades em espaços abertos.

Um estudo com mais de 12 mil pais e crianças de 10 países, incluindo o Brasil, realizado pela Edelman Intelligence entre 2016 e 2017, mostra que as crianças têm cada vez menos tempo para brincar em espaços abertos. No levantamento, 88% dos pais ao redor do mundo acreditam os filhos brincam menos ao ar livre do que eles em sua infância. No Brasil, esse número sobe para 91%. Por outro lado, 9% das crianças (6% no Brasil) afirmaram que não brincam do lado de fora em seu dia-a-dia.

A Escola Marco Inicial, no bairro Agronômica, em Florianópolis, é um dos colégios de SC que aderiu a ação. Os professores desenvolveram atividades e dinâmicas diferentes do cotidiano que serão realizadas durante todo o dia. Outras 34 escolas do Estado se inscreveram no site oficial do movimento, se comprometendo a promover pelo menos uma aula ao ar livre nesta quinta-feira. No Brasil, a estimativa é que mais de 150 mil crianças participem das ações este ano.

Outro dado que chama a atenção no levantamento é o fato de que 93% dos pais acreditam que, sem o brincar, as crianças não adquirem uma educação completa. O ato de brincar é reconhecido como um fator crítico para o desenvolvimento infantil, e 98% dos pais concordam que é uma forma para que os filhos aprendam habilidades para a vida.

Saiba mais

O Dia de Aprender Brincando evoluiu de um pequeno grupo de escolas em 2011 para mais de 3,6 mil em 2016, com escolas de 51 países participando no ano passado. A campanha foi fundada no Reino Unido por Anna Portch, com o apoio de professores e educadores da London Sustainable Schools Forum (LSSF, em português Fórum das Escolas Sustentáveis de Londres), para incentivar as escolas de Londres a aprenderem ao ar livre.

DC/Fronteira Online